Saúde

Você quer Mais Motivos para Usar Glutationa?

Certamente você nunca ouviu falar deste antioxidante. O tripeptidioglutationa é sintetizado pelo corpo a partir dos aminoácidos L-cisteina, ácido glutâmico e glicina. Agora, tente viver sem glutationa em abundância…

Você estará desprotegido completamente contra os 4 principais oxidantes (radicais livres) que aceleram o envelhecimento e predispõem doenças degenerativas:

  • radical superóxido (O2-)
  • radical hidroxila (OH-)
  • radical peroxil (RO2-)
  • radical alkoxil (RO-)

Sem mencionar outros de menor importância.

Saiba que a glutationa é o principal antioxidante produzido pelo corpo e que o protege contra os agressores acima. Ela participa diretamente na neutralização dos radicais livres do nosso organismo.

A glutationa é encontrada em todas as células do corpo e é fundamental para o bem estar celular.

Mais de 80 mil artigos científicos tem descrito o impacto positivo desse antioxidante!

Glutationa: Multifuncional e indispensável

  • É fundamental na prevenção de doenças degenerativas e envelhecimento.
  • É sintetizada primariamente pelo fígado e está envolvida na síntese e reparação do DNA, das prostaglandinas e das proteínas.
  • Seu papel é bem estudado na desintoxicação de metais pesados e xenobióticos, formando complexos solúveis em água que são excretados pela urina ou bile.
  • Facilita a função imunológica da célula.
  • Gera neuroproteção.
  • Recicla os antioxidantes exógenos como a vitamina C e E depois que eles são oxidados, recuperando, aumentando e prolongando suas ações.
  • Diminui a oxidação do óxido nítrico (NO) e a formação de peróxido nitrito, agente que causa lesões ao endotélio vascular (parede dos vasos sanguíneos). O NO é essencial para circulação sanguínea, evitando vasoconstricção e hipertensão.
  • Protege tecidos das artérias, cérebro, coração, rins, lente dos olhos, fígado, pulmão e pele.
  • É o único antioxidante capaz de agir com enzimas, como, por exemplo, a glutationaperoxidase, que é uma enzima que age junto com a glutationa na prevenção da oxidação das membranas celulares.
  • Sua ação antioxidante o torna vital para os glóbulos brancos (linfócito) permitindo que eles tenham potência máxima nas respostas imunes.

Oxidantes que causam redução da glutationa

  • Radiação ultravioleta e outras;
  • Produtos químicos de limpeza de ambientes;
  • Toxicidade por acetaminofen;
  • Fumaça de cigarro;
  • Gases de veículos motores;
  • Metais pesados;
  • Outras toxinas ambientais;
  • Infecções virais;
  • Cirurgia;
  • Inflamação e doenças;
  • Queimaduras;
  • Choque séptico;
  • Deficiência dietética de precursores de glutationa;
  • Cofatores enzimáticos.

Proteção contra doenças

A glutationa ajuda na proteção contra:

  • Doença de Parkinson e Alzheimer;
  • Arteriosclerose;
  • Condições pulmonares como asma e exposição à fumaça de cigarro ou poluentes;
  • Lúpus eritematoso sistêmico (LES) e Artrite reumatoide (AR);
  • Doença de Crohn e colite ulcerativa;
  • Intoxicação por metal;
  • Disfunção hepática e renal;
  • Nefrotoxicidade;
  • Doenças da córnea;
  •  Isquemia miocárdica e derrame;
  • Hipertensão arterial;
  • Previne formação de coágulos cirúrgicos;
  • Reduz efeito colateral e aumenta a eficiência de drogas quimioterápicas;
  • Aumenta contagem de espermas;
  • Tratamento com pessoas infectadas com HIV;
  • Autismo em crianças;
  • Envelhecimento;
  • Alcoolismo.

 Como suplementar?

Apesar da glutationa usada via oral ser eficientemente absorvida por animais, o mesmo não ocorre com o ser humano, pois o nosso trato gastrointestinal contém altas concentrações da enzima glutamiltranspeptidase, que degrada a glutationa.

Além do mais, a maioria das fórmulas comerciais de glutationa são altamente instáveis, sujeitas a degradação e oxidação.

Entretanto, o acesso via oral sub-lingual é altamente eficiente e, segundo os estudos, promovem o aumento a nível sanguíneo em 35% num período de 45 minutos.

A dosagem nessa forma é 100 mg. Converse com seu médico sobre a possibilidade de começar!

Referências bibliográficas:

  • In-house study from Quicksilver Scientific
  • Eur J Clin Pharmacol.  1992;43(6):667-9
  • Eur J Clin Invest, 1998;28(3):194-196
  • Nutrition, 2001;17(9):783-784.
  • Neurochem Res. 2010 Oct; 35(10):1575-87

 

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER
close-link