Uva Passa: Comer ou Correr?

Principalmente quando chega o final de ano, ela vira motivo de polêmica nas famílias! A uva passa, colocada tipicamente nos pratos das festas, desperta amor e ódio. Alguns gostam, enquanto outros se pudessem sairiam correndo só pra não ter que degustar a iguaria!

Brincadeiras à parte, é sempre importante que você saiba o que está comendo. Por isso resolvi escrever este artigo. Afinal, o que há na uva passa? Ela é boa ou ruim para a sua saúde?

O que é uva passa

As uvas passas são geralmente uvas sem semente que passam por um processo de secagem, que pode ser natural – ao sol – ou desidratadas artificialmente.

Seus compostos naturais, no entanto, permanecem nas uvas, assim como os açúcares, cuja caramelização gera o tom mais escuro da uva passa. Há também aquelas mais claras, mas a diferença está apenas na variedade da fruta utilizada.

Benefícios da uva passa

Como as uvas passas são apenas uvas desidratadas, os benefícios são os mesmos dos frutos em estado normal, mas sem a água. Além de vitamina K e potássio, ótimos para sua pressão arterial, contém também o antioxidante hormonal melatonina, que regula o nosso sono. Possui antocianidinas, outro antioxidante, com ação anti-inflamatória e anticâncer. Além disso:

  • É abundante em catequinas e oligopeptídeos, que tem propriedades protetoras da saúde.
  • Inibe a formação de placas nas artérias.
  • Reduz o LDL colesterol, também conhecido como “colesterol ruim”.
  • Previne doença cardíaca, câncer, doenças neurológicas e declínio mental.
  • Tem ação antiviral e melhora a função imunológica.

Não se pode esquecer também do resveratrol, um fitonutriente concentrado nas cascas das uvas. Ele tem ação antioxidante e anti-inflamatória, garantindo proteção cardiovascular e melhora da glicemia e colesterol.

Alguns cuidados a tomar

Preciso sempre lhe alertar que nem tudo são flores… Como outras frutas desidratadas, a uva passa concentra também todo o açúcar do fruto original. E como o processo de secagem as tornam aparentemente menores e mais leves, as pessoas acabam exagerando.

Lembre-se, portanto, que os níveis de açúcar são altos na uva passa e comer muitas delas pode lhe prejudicar – especialmente se estiver fazendo uma dieta keto, com restrição de carboidratos. No mais, não é necessário fazer cara feia para algumas poucas uvas passas no seu prato de fim de ano. Bom apetite e Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Science Daily. August 3, 2009
  • American Journal of Clinical Nutrition. March 31, 2010
  • Annals of the New York Academy of Sciences. January 2011; 1215: 150-160
  • European Journal of Cancer. July 2010;46(10):1882-91
  • Genes & Nutrition. May 2011 6(2): 93–108
  • Am J Clin Nutr June 2010
  • Journal of Neuroinflammation August 2010
  • Journal of Biological Chemistry September 2005
  • Neurology September 11, 2015
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link