Prevenção

Um Pouco mais de Informação Pode nos Ajudar contra as Doenças do Mundo Moderno

No mundo moderno temos um problema: vivemos cercados de açúcar por todos os lados. Nossa alimentação, com carboidratos refinados, comida processada e óleos vegetais ruins tem causado um verdadeiro estrago na nossa saúde. Mas há uma arma que pode ser utilizada contra o problema, e é mais simples do que você imagina… Estou falando da informação!

Digo isso porque você nem sempre sabe o que está comendo. Os rótulos dos produtos nem sempre são claros como deveriam ser, ou não trazem tudo o que deveriam trazer.

É por isso que sempre o oriento a comer comida natural e evitar as processadas, enlatadas ou engarrafadas. Elas passaram por processos químicos para se manterem “na validade” por mais tempo. Parece bom, mas quem fica com o prejuízo, na verdade, é a sua saúde!

Sim, eu sei que às vezes você compra alguns alimentos empacotados no supermercado… É nessa hora que a informação é tão importante! E se ela estivesse melhor disponível para ajudar na sua escolha?

Mais informação nas embalagens garante mais saúde

Pensando nisso, pesquisadores da Universidade de Waterloo, no Canadá, analisaram a influência dos rótulos informativos dos alimentos na escolha dos consumidores.

Eles puderam escolher entre embalagens com diferentes tipos de informação sobre níveis de açúcar, sal e gordura. Alguns inclusive vinham com alertas na parte da frente dos pacotes, para facilitar a visualização.

A conclusão foi de que quando eram mais bem informados sobre os altos níveis dessas substâncias nos alimentos, os consumidores escolhiam alimentos mais saudáveis. Ou seja, não trata-se de proibição, mas um simples aviso do que o produto continha!

E isso deveria constar principalmente em alimentos que acreditamos ser extremamente saudáveis, mas não são. Afinal, as pessoas precisam saber! Segundo Rachel Acton, uma das autoras do estudo: “Muitas pessoas não percebem que o suco de fruta integral pode ter tanto açúcar quanto o normal…” Pois é exatamente o que acontece!

Segundo os pesquisadores, além de melhorias nos rótulos, com toda informação exata, o aumento de impostos sobre alimentos que não fazem bem à saúde seria também uma saída para desestimular o seu consumo.

Bom, de minha parte, continuo com o conselho de sempre: preste atenção ao que você come. Prefira comida o mais natural possível, enfocando orgânicos e produtos de animais criados a pasto. E se por acaso for comprar algo processado / embalado, fique sempre atento aos rótulos para saber o que está realmente consumindo. E supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *