Alimentação

TMAO: Mais um Ataque Frustrado Contra a Carne Vermelha

Quando se está convencido de que a carne vermelha é realmente mortal, não se para de procurar razões para tentar confirmar isso.

Eles tentaram culpar praticamente todas as partes da carne ao longo dos anos, incluindo a proteína em si, a gordura saturada, o colesterol, a metionina e até o carvão do churrasco. E quando essas evidências se desfizeram, os inimigos da carne vermelha descobriram uma nova razão para não comê-la: o TMAO.

N-óxido de trimetilamina, ou TMAO, é um composto que tem sido associado com um maior risco de doença cardíaca. (Observe a ênfase em “associado”. Nenhuma pesquisa ainda provou que o TMAO causa doença cardíaca).

Veja uma explicação típica de como o TMAO na carne vermelha contribui para doenças cardíacas, retirado do site da Cleveland Clinic:

Quando as pessoas ingerem certos nutrientes, como a colina (abundante em carne vermelha, gemas e laticínios) e L-carnitina (encontrada na carne vermelha, bem como algumas bebidas energéticas e suplementos), as bactérias intestinais que as dividem produzem um composto chamado trimetilamina (TMA). O fígado então converte TMA no composto N-óxido de trimetileno (TMAO).

O problema com o TMAO é que os dados mostram que altos níveis contribuem para aumentar o risco de eventos relacionados ao coágulo, como ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, mesmo após os pesquisadores levarem em conta a presença de fatores de risco convencionais e marcadores de inflamação que poderiam distorcer os resultados.

Há apenas um problema com essa história…

Carne vermelha e ovos são fontes minúsculas de TMAO na dieta. Eu já abordei isso há alguns anos.

Se você fizer atenção às fontes de TMAO na dieta, carne vermelha e ovos são quase invisíveis. E qual é a maior fonte alimentar de TMAO? Frutos do mar!

Surpreendente, não?

Pois é, inúmeros estudos mostram que o consumo de frutos do mar é inversamente associado à doença cardíaca!

Ou seja, aqueles que comem a maior quantidade de frutos do mar têm os níveis mais baixos de doenças cardíacas.

Como isso pode acontecer se o TMAO for ruim para o nosso coração?

Até agora não apareceu nenhum dos defensores da hipótese da carne vermelha – TMAO para responder essa questão…

De acordo com uma publicação no American Journal of Physiology – Heart and Circulatory Physiology, surgem mais dúvidas sobre a hipótese do TMAO, pois agora os pesquisadores concluíram que altos níveis de TMAO podem reduzir os sintomas da doença cardíaca relacionada à hipertensão.

E veja o que se falou no Science Daily sobre o artigo:

“Pensou-se anteriormente que os níveis plasmáticos de TMAO – e risco de doença cardíaca – aumentam após o consumo de carne vermelha e ovos. No entanto, parece que uma dieta rica em peixe e vegetariana, que é benéfica ou pelo menos neutra para o risco cardiovascular, está associada a uma TMAO plasmática significativamente maior do que as dietas ricas em carne e ovos, que são consideradas de risco.”

Portanto, fica claro que:

O que aumenta os seus níveis de TMAO são os frutos do mar, e não a carne vermelha e ovos.

E mais: o TMAO pode ser bom para você.

Então, este é mais um motivo frustrado daqueles que querem lhe convencer que carne vermelha é ruim para sua saúde. Não se engane!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *