O perigo da dieta com carne magra

Não sei se você já percebeu, mas parece que em todo lugar há um batalhão de pessoas repetindo o mesmo mantra: “coma só carne branca magra”, “prefira frango ou peixe”, “consuma queijo e leite com baixo teor de gordura”, “evite carne vermelha, ela tem mais gordura”, etc, etc, etc… É a mesma ladainha todo o tempo!Mas por que todos enfatizam em proteína magra?

Peru: não coma só no Natal!

O peru é uma tradição no Natal. Nessa época, é muito vendido e consumido pela população. Vou te falar uma coisa: acho isso muito pouco! Esse é um ótimo alimento que deveria ser consumido sempre, e não só no final do ano. A carne de peru é um tesouro, rica em glutamina, um aminoácido poderoso que regula a pressão arterial, fortalece o seu coração e melhora o sistema imunológico, por estimular a produção do super antioxidante glutationa.  Além disso, estimula o seu Hgh.Na verdade, no peru há cerca de 20 aminoácidos que ajudam a aumentar a energia, acabam com o estresse e dão uma pausa nas suas glândulas adrenais, dando-lhe de volta o entusiasmo das férias. Com somente uma pequena porção de peru (100g), você teria cerca de 9 gramas de aminoácidos, que o seu corpo pode converter em glutamina de acordo com a sua necessidade.

O que faz a carne ser branca, escura ou vermelha?

Você já se deparou com a dúvida sobre o que determina a carne ser branca, escura ou vermelha? Esse é um fato bastante interessante, mas que muita gente ainda desconhece.O que determina se a carne vai ser vermelha, escura ou branca é a quantidade de mioglobulina contida nela. Este é o elemento responsável pelo transporte de oxigênio para as células musculares com a finalidade de gerar energia. Em resumo, quanto mais mioglobulina, mais escura será a carne!

Gado criado em pasto é uma poderosa fonte nutricional

Se existe uma coisa da qual eu não abro mão é a de sempre te alertar sobre a importância de uma alimentação saudável. Sei que com isso posso te ajudar a ter uma rotina muito mais agradável e benéfica para o seu corpo. Normalmente eu recomendo que você procure consumir tanto frutas, quanto verduras orgânicas; entretanto, quando se trata de carne de gado o ideal é que você considere minhas recomendações como sendo um investimento ao longo de sua vida.O gado criado em pasto tem muito mais benefícios para a saúde do que o gado criado confinado. Um estudo comparando gado criado em pasto e o gado confinado, realizado na Clemson University com pesquisadores da WDA, observou que o gado criado com pastagem natural apresenta as seguintes vantagens:

É diabético? Então coma um bife!

Sou sempre muito criticado por endossar a carne vermelha, mas os pesquisadores da Purdue University e da Penn State descobriram que a gordura nas carnes vermelhas e nos queijos pode evitar a diabete.Nesse estudo descobriu-se que o ácido linoleico conjugado (CLA) – um ácido gorduroso poliinsaturado encontrado em carne, queijo, aves e ovos – evita o início da diabete em animais de laboratório. Isto sugere que o CLA pode ajudar a normalizar ou a reduzir o nível de glicose no sangue e evitar a diabete. Os pesquisadores dizem que o CLA natural parece funcionar tão bem quanto uma nova classe de drogas que combate a diabete, os chamados thiazolidinediones (TZDs).

Ano Novo, dieta nova e a velha história de sempre

As festas de fim de ano já passaram e certamente você prometeu começar uma dieta nova neste ano. Mas será que você sabe mesmo lidar com dietas?Sabe por que eu te perguntei isso? Porque muitas pessoas que tomam certas decisões para o Ano Novo estão mentindo para elas mesmas, especialmente quando envolve alimentação.

Você teria coragem de comer uma carne desenvolvida em laboratório?

Depois de cinco anos de muitas tentativas, finalmente os cientistas conseguiram criar uma carne de laboratório. Recentemente eles desenvolveram o primeiro hambúrguer de laboratório que foi revelado e aprovado. Esse hambúrguer foi criado a partir de células tronco de gado, ao custo de 330 mil dólares.Então, será que essa é a alimentação do futuro?

Consumir carne suína só por que está na moda? Eu não recomendo!

A carne suína, por uma perspectiva bioquímica, é considerada uma carne saudável, principalmente se originada de animais criados em pasto e preparada corretamente. Entretanto, virtualmente, nem todo porco que está para consumo se encaixa nesse critério.Eu não sou contra o consumo da carne de porco, desde que venha de fonte saudável e seja cozida corretamente, mas há razões que devemos considerar cuidadosamente se quisermos consumi-la como parte da nossa alimentação.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre saúde e alimentação!
Conquiste uma super saúde agora!
(É GRÁTIS)
QUERO RECEBER
close-link