Cuidado com o excesso de exercícios

É preciso saber se controlar para não entrar numa fria.Na medida certa, exercitar-se é absolutamente necessário para atingir um alto nível de saúde. Proporciona bem-estar, previne riscos cardiovasculares, melhora o sistema imunológico, ajuda a perder peso etc. Em excesso, exercícios podem por tudo a perder. Lesões físicas são resultados mais comuns, mas há indícios de que também possam estar associados a questões tão sérias quanto câncer e morte. Grete Wartz, que venceu nove vezes a maratona da cidade de Nova Iorque e duas vezes a de Londres, cinco vezes campeã mundial em maratona, medalha de prata nos jogos olímpicos de 1984, hoje com 51 anos, sofre de câncer. Outro que costuma ser citado é Lance Armstrong, ganhador de 7 Tour de France, considerado um dos atletas de maior resistência de todos os tempos, que desenvolveu – e venceu – um câncer de testículo.

Já existe a droga que emagrece

Alguns casos de gordura resistente a dietas e exercícios podem ser tratados com sucesso, mas os resultados não são definitivos.Essa droga respeitável, a Rimonabant, faz perder cerca de 9 quilos em 1 ano, reduz 8 cm nas medidas, baixa em 13% os níveis de triglicérides e aumenta o bom colesterol (HDL) em 23%. Também diminui a inflamação de artérias, o que é constatado pela redução da proteína C reativa no sangue, e melhora a síndrome metabólica, que sinaliza risco de diabetes. A função primária do Rimonabant é suprimir a fome, o desejo de fumar e evitar que células gordurosas formem tecidos gordurosos. Os efeitos colaterais incluem possíveis tonturas, náuseas, ansiedade, irritabilidade e depressão, um preço razoável para quem, por razões de saúde, tem problemas em exercitar-se e seguir uma dieta alimentar.

Estratégia do vencedor

O caminho para um desempenho esportivo superior.Atualmente, o que se tem visto no esporte, é um preparo extra campo, ou melhor extra pista, que venha a completar as exigências do vencedor, pois sabemos que detalhes podem significar ouro ou nada. Alguns ainda insistem em não dar importância ao condicionamento físico e mental, achando que só aptidão possa ser suficiente.

Radicais livres e doenças

Comece já seu caminho para a uma vida longa e saudável.Os radicais livres são moléculas altamente instáveis, resultado dos milhões de reações químicas produzidas pelo organismo, essenciais para a saúde e o correto funcionamento do corpo humano. Mas, em excesso, podem prejudicar outras moléculas, abrindo espaço para doenças. Eles estão implicados em mais de cinqüenta problemas médicos, incluindo-se aí várias formas de câncer, doenças cardíacas, envelhecimento precoce, catarata e aids. Sua ligação com tamanha variedade de doenças sugere que eles não são elementos isolados ou fenômenos periféricos, mas atores principais na maioria dos problemas de saúde.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER
close-link