Festas de fim de ano: confira dicas para evitar a ressaca

Festas de fim de ano, você sabe como é… muita gente acaba bebendo alguns goles a mais. Essa é uma das épocas em que se consome mais álcool no Brasil, só perdendo para o Carnaval. E quem bebe demais, geralmente passa pelo pesadelo da ressaca no dia seguinte, com os sintomas clássicos de náusea, vômito, cansaço, dor abdominal, dor de cabeça, tremores e tonturas. Depois de se divertir, a pessoa acaba tendo um dia desagradável. Tem como evitar isso? Sim! E eu vou te ajudar.Em primeiro lugar, preciso te dar aquele conselho que você já deve ter ouvido: o melhor é NÃO beber, ou se controlar, tomando cerca de 2 cocktails, no máximo.Porém, se você é dos que se empolgam nestas comemorações, veja as sugestões que podem ajudá-lo a evitar a ressaca.

O segredo antienvelhecimento do álcool

Já dizia o provérbio alemão: “há mais bebedores de vinho idosos do que médicos idosos”. Isso me parece um tanto quanto provocativo, mas já começo a acreditar na afirmação.O consumo moderado de álcool mantém os telomeros, afirma um estudo científico recente. Saiba que são esses telomeros – pequenas tampas no final do seu DNA – que determinam por quanto tempo você vai viver.

Você sabe qual a melhor forma para se prevenir da ressaca?

Está ouvindo? São os sons do Carnaval que se aproxima. Lá vem ele descendo ruas, ladeiras e avenidas. Então, é bom já ir se preparando, pois o bloco vai passar e te deixar uma bela de uma ressaca!O Carnaval é a época do ano em que os brasileiros mais bebem, superando as festas de Natal e Ano Novo. Portanto, para evitar todos aqueles sintomas bem conhecidos como cansaço, náusea, dor abdominal, dor de cabeça, vômito, tonturas, acho importante que você entenda o que ocorre e como montar um programa preventivo contra a ressaca.

Álcool e saúde

Essa dupla tem seus mistérios. Mas pode se sair bem num jogo em que hábitos moderados contribuem para um bom resultado.Em que medida o álcool faz bem ao coração é a grande pergunta que os especialistas ainda não conseguiram responder com exatidão. Pesquisas comprovam que apenas dois copos de vinho por dia reduzem em até 30% os riscos de doenças cardiovasculares. Mas constatou-se que muitos bons de copo – grandes bebedores e não necessariamente só de vinho – são beneficiados: têm funções cardíacas protegidas e artérias relativamente limpas de gordura e outras substâncias que prejudicam o fluxo do sangue.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre saúde e alimentação!
Conquiste uma super saúde agora!
(É GRÁTIS)
QUERO RECEBER
close-link