Sono Ruim está Ligado a Depressão em Adolescentes

Não é de agora que venho falando dos problemas de sono. É crescente o número de indivíduos que sofrem tanto para dormir quanto para manter um sono regular durante toda a noite. O pior é que isso tem acontecido cada vez mais cedo, como no caso de crianças e adolescentes!

Esses últimos, por exemplo, podem até mesmo ter risco aumentado de desenvolverem problemas de saúde relacionados à baixa qualidade de sono.

Recentemente, pesquisadores de uma universidade britânica publicaram um artigo no Journal of Child Psychology and Psychiatry onde mostraram os resultados de sua pesquisa com 4790 adolescentes. Entre os voluntários, estavam aqueles com quadros depressivos, de ansiedade e outros que não enfrentavam os problemas.

Eles tiveram que responder a várias questões sobre a qualidade do sono, além de terem seu estado de saúde mental analisado pela equipe. Os resultados mostraram diferenças significativas. Concluiu-se que:

  • Adolescentes que apresentavam quadros de ansiedade relatavam baixa qualidade do sono.
  • Já os que apresentavam quadros depressivos tinham não só a qualidade ruim do sono, mas também relatavam dormir menos que os outros grupos.
  • Em média, os adolescentes com depressão dormiam 30 minutos a menos que os outros, uma quantidade média considerável: enquanto seus pares dormiam entre 8 e 10 horas por noite, o recomendável nessa idade, os depressivos ficavam abaixo disso.

Segundo a Dra. Faith Orchard, professora de psicologia clínica da Universidade de Reading:

“O que estamos vendo agora é que a relação entre sono e saúde mental para adolescentes é uma via de mão dupla. Embora hábitos de sono mais baixos estejam associados a pior saúde mental, também estamos vendo como lidar com o sono de jovens com depressão e ansiedade pode ter um grande impacto no seu bem-estar”.

A Dra. Orchard comenta também que os pais devem estar atentos à higiene do sono, e caso os jovens estejam apresentando dificuldades, pode-se até mesmo procurar ajuda médica. Mas a curto prazo não há motivos para se desesperar.

O sono e as telas

Como essa pesquisa mostrou, o bom sono é fundamental por uma dupla via: para pessoas saudáveis, auxilia na prevenção de problemas como depressão e ansiedade; e para aqueles que já enfrentam esse tipo de problema, dormir melhor pode ajudar bastante.

Conforme já falei várias vezes por aqui, um grande problema do mundo moderno que tem nos atrapalhado a dormir é o uso intenso de dispositivos eletrônicos. A luz azul artificial desses aparelhos acaba desregulando nossa percepção de luz e escuridão, que é o que regula o sono.

Tanto adultos quanto adolescentes acabam sofrendo com isso, sem às vezes nem saber que a culpa pode ser das telas dos smartphones, tablets e computadores.

E agora, com o isolamento social, esse uso aumentou ainda mais. Como se não bastasse todo o tempo que já se passava em frente às telas, até as aulas são via computador. Por isso, vale a pena ficar de olho em quanto tempo os adolescentes têm passado ligados nos seus dispositivos digitais.

Trata-se de algo relativamente simples, mas que pode ajudar na hora de ir pra cama. É claro, isso vale também para você, que está encarando o home office. No seu tempo livre, de preferência, procure dar um tempo nas telas. Sua saúde e seu sono agradecem!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link