Alimentação

Será que Você tem uma Alimentação Saudável?

Uma pesquisa realizada pelo Consumer Reports mostrou que muitos americanos estão tentando comer melhor. Porém, apesar das suas boas intenções, eles não estão conseguindo êxito nisso ou estão completamente equivocados.

Avaliando de uma perspectiva positiva, isso é um bom sinal de que as pessoas estão se preocupando mais com sua saúde e, na verdade, gostando mais de si mesmas.

O que está faltando são informações corretas sobre escolhas saudáveis. Normalmente, os pacientes que me procuram por causa algum problema de saúde, na maioria das vezes dizem ter uma alimentação saudável…

Entretanto, conforme vamos conversando, fica muito claro que falta entendimento sobre o que é uma alimentação realmente saudável. O grau de desinformação é chocante!

Como 90% dos nossos problemas advêm de erros alimentares, agressões ambientais e estilo de vida, é importantíssimo que fiquemos mais atentos, seguindo orientações seguras.

Há outros fatores que nos atrapalham. A desinformação veiculada pela mídia, por exemplo, acaba promovendo um verdadeiro genocídio alimentar.

Segundo pesquisa recente com mais de 1.200 adultos americanos, cerca de 90% acreditam que sua alimentação é saudável.

Conforme avaliamos os seus hábitos, observamos que:

  • 43% dos entrevistados disseram que bebiam pelo menos uma bebida açucarada ou bebida adocicada todos os dias.
  • 1/3 também disse que eles estavam em um peso saudável, quando realmente estavam com sobrepeso ou obesos.

Em relação ao consumo de vegetais, foi alarmante o que se observou:

  • Muitos pensavam que consumiam quantidades adequadas de vegetais.
  • Apenas 30% disseram comer cinco ou mais porções de frutas e legumes frescos diariamente.
  • 17% disseram que não gostavam de vegetais.
  • Os entrevistados diziam que os vegetais são difíceis de ser armazenados e levava muito tempo para o preparo.
  • 14% disseram que os legumes frescos são muito caros.
  • No café-da-manhã, as principais opções foram frutas, suco de frutas (42%), cereais (29%) ou pão integral, torrada ou muffin (25%) – todos que são nutricionalmente catástrofes para o café da manhã, pois estimulam muito a insulina, o que acaba induzindo obesidade, diabetes e síndrome metabólica.
  • 59% dos americanos disseram que eles eram “cuidadosos” ou “rigorosos” sobre a sua ingestão de alimentos.
  • 23% disseram que comem praticamente tudo o que querem.

Nós somos o que comemos, e se estamos mal informados sobre que alimentos são realmente saudáveis, certamente estamos mal informados de quem somos nós.

Confusão sobre alimentação saudável

  • A maioria das pessoas ainda limita as gorduras.
  • 51% limitam o seu consumo de gordura, apesar de não ficar claro qual tipo de gordura realmente se deve limitar, que são as gorduras trans, óleos refinados poliinsaturados e gorduras vegetais hidrogenadas e parcialmente hidrogenadas.

Precisamos das gorduras saturadas boas de origem animal e vegetal (como carne, laticínios, certos óleos de plantas tropicais como o coco), que fornecem energia em sua dieta, além de aumentar a absorção de vitaminas lipossolúveis importantes A, D, E e K.

Outra gordura saudável, que muitos estão perdendo, são as gorduras animais baseadas em ômega-3, que devem estar em abundância em sua dieta.

Grãos ainda são ainda erroneamente considerados um alimento saudável.

60 % das pessoas estavam consumindo grãos inteiros, em vez de carboidrato refinado. TODOS os grãos, sejam inteiros, germinados, orgânicos ou refinados – rapidamente são metabolizados em açúcar, o que faz com que a sua resistência à insulina só aumente, o que pode agravar problemas de saúde, tais como:

  • Excesso de peso.
  • Colesterol alto.
  • Pressão alta.
  • Diabetes tipo 2.
  • Câncer.

Que tipo de carboidrato é o adequado?

Certamente, o carboidrato refinado deve ser uma parte mínima da sua dieta, pois ele está incluído em tudo. Assim, acaba-se consumindo muito açúcar, frutose e alimentos refinados industrializados, que interferem com os seus níveis de insulina e leptina, causando os problemas sérios de obesidade, diabetes e síndrome metabólica, além de levar a uma queda importante de energia. Isso faz as pessoas procurarem recuperar essa energia comendo de 3/3 horas, o que é uma aberração alimentar.

O carboidrato adequado são os vegetais e os legumes, que não se converterão em açúcar como os grãos fazem. Importante lembrar: muita gente acredita que milho e batata são legumes, um grande erro de interpretação…

Pense em legumes, pense em verde!

Como contornar essas dificuldades alimentares?

Para se conseguir uma alimentação saudável nos dias atuais, aonde a quantidade de fibra vegetal ingerida é muito pequena, e para se evitar cair na tentação do carboidrato errado, aconselho smoothies (verdes ou não). Essa é a forma mais prática de se atingir nível nutricional adequado destes componentes de maneira prática, rápida, fácil e com certeza de sucesso, sem comprometer a sensibilidade à insulina que as frutas e sucos de frutas causam, quando se consome só parte da fruta.

Mas, para este êxito, deve-se fazer uso de uma centrífuga que realmente conserve as fibras como um todo e permita a quebra das células vegetais dos legumes e frutas. Dessa forma, acontece uma alta assimilação nutricional, garantindo muita energia, exuberância, pele radiante e com melhor tônus e menos rugas, cabelos e unhas fortalecidos, além de emagrecimento e sensação agradável de ter o hábito intestinal adequado.

Veja no meu livro Mude a sua Vida com os Super Nutrientes as receitas que podem lhe propiciar um salto: de saúde para Supersaúde!!!

Referências bibliográficas:

  • Physorg January 4, 2011
  • Consumer Reports Health January 2011
  • Livro Sinal Verde para a Carne Vermelha . Editora Gaia. 2011
  • Livro Óleo de coco: a gordura que pode salvar sua vida. Editora Gaia.
  • Livro Mude a sua vida com os super nutrientes. 2016
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *