Será que seu Colchão está te Engordando?

Atualmente, a dificuldade de perder peso aumentou muito, mesmo quando você procura fazer uma dieta correta, adequada para você, e se exercita regularmente.

Com frequência vem à cabeça das pessoas o que podem estar fazendo de errado… E elas acabam colocando a culpa no fato de ter mais idade e que talvez seu metabolismo tenha se tornado mais lento.

Mas o que está acontecendo na realidade é:

uma explosão de exposição a substâncias químicas que não são apenas tóxicas para o seu corpo, mas que também podem fazer você ganhar peso.

Você vai ficar surpreso, mas imagine só: o seu colchão pode ser um importante causador desse problema!

Estamos expostos a muitos produtos domésticos, incluindo sua cama, que contêm produtos químicos feitos pelo homem chamados xenoestrogênios. Essas substâncias, também conhecidas como “estrogênios alienígenas”, imitam estrogênio natural em seu corpo. Eles são tudo, menos naturais.

À medida que esses tóxicos se acumulam dentro de você, destroem seu delicado equilíbrio de estrogênio, testosterona e outros hormônios.

E você que me acompanha, já sabe que essas substâncias estão escondidas em pesticidas, roupas, plásticos, cosméticos, detergentes, hair sprays, nossos alimentos e abastecimento de água. Estão até mesmo na cama com você, no seu colchão, por exemplo.

A maioria desses produtos contém:

  • Fitalatos, causadores de câncer, presentes também em plásticos, cosméticos, panelas e muito mais.
  • BPAs, causadores de desregulação endócrina que leva à dominância estrogênica e perda da libido
  • Metais pesados ​​como arsênico e mercúrio.
  • Produtos químicos retardantes de chamas, que foram ligados ao câncer e comprometimento do seu sistema imunológico.

No seu colchão há frequentemente uma substância química que é um retardante de chamas chamada bromo. E isso pode causar estragos na sua tireoide, levando a hipotireoidismo e queda do iodo.

Quando isso acontece, você começa a se sentir fraco e ganhar peso rápido.

Na América, alguns estados proibiram a venda de muitos produtos domésticos que contêm retardadores de chama, inclusive colchões.

Você jamais pensaria haver algo escondido abaixo da superfície do seu colchão que fosse tão agressivo à sua saúde.

Imagine dormir todas as noites respirando essas toxinas…

Como dormir livre de produtos químicos

– Troque o seu colchão

Procure um produto mais artesanal e com matéria prima orgânica. Sei que você está achando que eu estou pedindo o quase impossível, mas saiba que hoje já existem colchões livre de compostos orgânicos voláteis

É isso mesmo, colchões, como sua comida, podem ser feitos com materiais orgânicos. Estes incluem lã, látex natural ou algodão.

Evite colchão feito de espuma de poliuretano tóxico ou que contenha abundância de produtos químicos perigosos

Como se desintoxicar dessa guerra química

Para se livrar das toxinas que estão atualmente armazenadas em seu corpo, use os melhores agentes de desintoxicação da natureza:

– Silabum marianum. Potente agente desintoxicante do seu fígado e do sangue.

Procure por extrato seco de leite, que contenha ao menos 80% de silimarina, o ingrediente ativo para a limpeza do fígado. Estudos recomendam o uso de 200 mg duas vezes ao dia.

Clorela. É uma alga unicelular e aquática rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos essências e outras substâncias benéficas que desintoxicam seus órgãos internos, como intestino e fígado. Além disso, auxilia na desintoxicação de metais pesados, como o mercúrio, cádmio e pesticidas que acabamos ingerindo em nossa alimentação diária. A dosagem recomendada é de 300 a 1300 mg ao dia.

– Carvão ativado. Age por um processo chamado adsorção, captando suas toxinas em seus milhões de poros minúsculos e excretando-os para fora do seu corpo. dê preferência a um produto de carvão ativado na forma em pó, preto muito fino. A dosagem recomendada é de 20 gramas de carvão ativado em pó misturado com água uma vez por dia por, no máximo por uma ou duas semanas.

Spirulina.  Apresenta Methalo-theonine, uma proteína relacionada a metais que se liga a isótopos radioativos pesados e sulfolipides. Além disso, é rica em iodo, frequentemente necessário nessas situações de contato com retardante de chamas que contém bromo. A indicação de uso é, inicialmente, em dosagem baixa, cerca de 3.000 mg por dia para adultos e de 500 a 1.500 mg por dia para crianças, com objetivo preventivo. Dosagens terapêuticas variam de 10.000 a 20.000 mg por dia, no caso de adultos.

– Pectina Cítrica Modificada. É originada da casca interna de frutas cítricas, sendo altamente desintoxicante. Em um estudo realizado por pesquisadores do USDA, foi administrada pectina cítrica modificada às pessoas por seis dias e medidas a quantidade de toxinas excretadas na urina antes de tomá-la e 24 horas depois. Observou-se um aumento de excreção de mercúrio na urina em 150%.

– Sauna. São altamente desintoxicantes, pois abrem os poros e eliminam as impurezas do corpo. Mas lembre-se que saunas também podem expoliar minerais do seu corpo. Por isso, beba muita água mineral antes, durante e após a sessão de sauna para repor os fluidos e minerais perdidos.

Comece com exposição progressiva à sauna, num período de cinco minutos, e adicione cerca de 30 segundos a um minuto todos os dias. Seu limite será entre 15 ou 30 minutos por sessão. Comece com uma vez por semana, podendo aumentar até uma sessão por dia. A melhor faixa de temperatura da sauna é de 38 a 40º C.

Após, esfregue suavemente as toxinas e o suor da sua pele em um banho quente. Termine com 30 segundos ou mais de água fria para fechar os poros.

Todas as suplementações acima são baseadas nas respectivas literaturas. Consulte seu médico antes de ingerir qualquer suplemento.

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link