Receitas

✽Receita Cetogênica 300✽ Tacos de Alface com Carne

Os tacos são um prato típico do México, que consistem no taco, feito geralmente com uma massa de milho, recheado de alguma mistura de carnes. Na versão keto, você os substitui por folhas de alface, mas ao caprichar no recheio tudo fica simplesmente fantástico.

Ingredientes:

  • Folhas de 1 alface
  • 500 g de carne moída 80% de carne magra
  • 1 abacate grande
  • 1 pimentão verde, sem caroço, sem sementes e cortado em cubos
  • 1 pimenta jalapeño, sem sementes e picada
  • 2 cebolas vermelhas, descascadas e cortadas em cubos
  • 200 g de tomate picados
  • ½ xícara de queijo cheddar
  • ¼ xícara de creme azedo
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de coentro fresco picado
  • 2 colheres de sopa de suco de limão espremido na hora
  • ½ colher de chá de cominho
  • ½ colher de chá de páprica
  • Sal marinho, a gosto
  • Pimenta preta moída na hora, a gosto

Modo de preparo:

  1. Coloque uma frigideira grande em fogo médio alto e aqueça. Uma vez quente, adicione o azeite e mexa para cobrir o fundo da frigideira. Adicione a cebola e refogue até ficar translúcida. Adicione o alho e refogue.
  2. Junte o pimentão, metade dos tomates em cubos e a pimenta jalapeño. Refogue até ficarem macios.
  3. Acrescente a carne moída e refogue por cerca de 10 minutos, ou até dourar e cozinhar.
  4. Polvilhe o cominho e páprica sobre tudo e misture bem. Tempere a gosto com sal e pimenta. Misture bem.
  5. Transfira a mistura de taco de carne em uma tigela. Adicione os tomates restantes. Reserve.
  6. Corte o abacate e descarte a semente. Retire a polpa do abacate e corte em cubos pequenos. Polvilhe o suco de limão sobre os abacates e misture delicadamente. Reserve.
  7. Divida as folhas de alface em porções individuais e coloque a mistura de taco de carne em cada uma delas. Adicione o abacate, queijo cheddar, creme azedo e coentro picado. Sirva imediatamente. O taco de carne pode ser armazenado em um recipiente hermético e refrigerado por até 3 dias.

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *