Quer uma Mente Afiada? Coma Chocolate!

Quando se fala no chocolate, muita gente ainda torce o nariz.

Afinal, para a maioria das pessoas ele não passa de uma guloseima cheia de açúcar, consequentemente ruim para a saúde…

Mas se você me acompanha por aqui, já sabe diferenciar o chocolate ruim, que realmente pode lhe prejudicar, do bom chocolate…

É muito simples… Tudo depende da quantidade de cacau!

Se ainda não conhece essa história, acompanhe este artigo até o final que já vou lhe explicar.

Primeiro, veja do que o cacau do chocolate é capaz…

Cacau, chocolate e uma mente brilhante

Pesquisadores da University of Illinois em Urbana-Champaign, nos Estados Unidos, recrutaram alguns voluntários saudáveis para avaliar o efeito do cacau no cérebro.

Os voluntários ingeriram flavonóis do cacau, uma molécula presente também em outros vegetais.

É ela que dá as cores vivas dos alimentos naturais e, no nosso corpo, apresentam diversos benefícios (para saber mais sobre os flavonoides em geral, clique aqui.).

Duas horas depois do consumo, os participantes passaram por testes, tendo que respirar dióxido de carbono para desafiar a vasculatura cerebral.

Além disso, fizeram atividade complexas, que exigiram bastante da mente.

Os resultados foram claros…

Os que ingeriram as moléculas do cacau tiveram uma oxigenação do cérebro mais rápida e resolveram os problemas com 11% mais velocidade que os outros!

Incrível, não é mesmo? Então, que tal aproveitar um bom chocolate para obter benefícios como esses?

Escolhendo seu chocolate

Bom, todo mundo já sabe que chocolate é uma iguaria composta de cacau. E quanto mais cacau, mais escuro ele é.

Daí eles terem aquelas etiquetas informando: 50% de cacau, 70% de cacau e assim por diante…

Agora adivinhe…

Quanto mais escuro (ou seja, mais cacau) mais saudável é. Consumindo um bom chocolate, você estará consumindo também os flavonoides benéficos para o cérebro e várias outras partes do corpo.

Então, na hora de escolher o seu chocolate:

1 – Escolha aqueles com maior nível de cacau possível. Quanto mais, melhor. Tente conseguir pelo menos o de 70%, o também chamado chocolate amargo ou meio amargo. Fora disso, o chocolate de fato se transforma em um alimento prejudicial.

2 – Evite chocolates que têm adição de açúcar, que além de promover ganho de peso aumenta o seu risco de diabetes e outras doenças.

3 – Cuidado com aditivos! Alguns chocolates têm adição de gorduras. A única possível é a gordura natural do cacau. Cuidado pra não levar pra casa um chocolate adulterado.

4 – Dê preferência a chocolates escuros feitos com cacau orgânico.

5 – Tenha atenção ao consumo. Só porque ele tem benefícios não significa que você pode comer uma barra por dia! As pesquisam indicam que uma boa quantidade é em torno de 7 g diárias.

E não pense que é a primeira vez que se comprova os benefícios do chocolate escuro para o cérebro.

Além da parte vascular, que vimos hoje, há diversas substâncias e efeitos que também turbinam a sua mente.

Para conhecer um pouco mais é só clicar aqui para ver um artigo completo sobre o assunto.

Então, aproveite seu chocolate escuro. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Gabriele Gratton, Samuel R. Weaver, Claire V. Burley, Kathy A. Low, Edward L. Maclin, Paul W. Johns, Quang S. Pham, Samuel J. E. Lucas, Monica Fabiani, Catarina Rendeiro. Dietary flavanols improve cerebral cortical oxygenation and cognition in healthy adults. Scientific Reports, 2020; 10 (1) DOI: 10.1038/s41598-020-76160-9.
  • University of Illinois at Urbana-Champaign, News Bureau. “Cocoa flavanols boost brain oxygenation, cognition in healthy adults.” ScienceDaily. ScienceDaily, 24 November 2020.
  • GreenMedInfo.com, Chocolate Research
  • The Journal of Nutrition. Oct 2008, 138:1939-1945
  • Science Blog November 24, 2009
  • Journal of Agricultural and Food Chemistry October 14, 2009; 57(19):9169-8
  • BMJ. 2011 Aug 26;343:d4488.
  • J Cereb Blood Flow Metab. 2010 Dec;30(12):1951-61.
  • JAMA July 4, 2007
  • Science Daily. Sep 22, 2008
  • Nutr Res. 2008 Jun;28(6):377-82
  • Flavonoides: Por Que São Tão Importantes para sua Saúde?www.DrRondo.com
  • Consumo de Flavonoides Previne Câncer e Doença Cardiovascularwww.DrRondo.com
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link