Que tal uma Cerveja Sem Glúten?

Você já ouviu falar de cerveja sem glúten?

É algo até mesmo curioso, mas saiba que existe!

As pessoas têm procurado cada vez mais por melhores alimentos para a saúde.

E o mesmo ocorre com as bebidas!

A demanda por opções mais saudáveis também tem crescido bastante, e é nesse contexto que surge a cerveja sem glúten.

Tradicionalmente, os ingredientes da cerveja são itens como cevada, centeio e trigo, que contêm glúten.

Mas com o crescimento das cervejas artesanais, as receitas variam, e os mestres cervejeiros usam itens sem esse ingrediente nocivo, como:

  • Arroz
  • Trigo sarraceno
  • Sorgo
  • Painço
  • Entre outros…

E saiba que mesmo as cervejas feitas com os ingredientes tradicionais podem ser seguras para pessoas intolerantes – e mais saudáveis para todos.

Tudo depende da receita utilizada e de como a produção minimiza os níveis de glútens.

Uma quantidade inferior a 20 partes por milhão, por exemplo, já torna-se segura, podendo inclusive ser rotulada como “glúten free”.

Para procurar por uma dessas, o ideal é que você tenha atenção aos rótulos de certificação. Eles garantem essa composição e uma maior segurança do produto.

Outra opção de bebida fermentada sem glúten são as cidras, produzidas a partir da fermentação de frutas, como as maçãs, por exemplo.

Cerveja faz mal?

Mas nesse momento você deve estar se perguntando… A cerveja não faz mal para a saúde?

A resposta, como sempre, não é a que a maioria das pessoas espera… Na verdade, tudo depende da quantidade e da qualidade do que você bebe.

Veja bem…

É fato que o excesso de álcool é extremamente prejudicial à saúde.

Várias pesquisas mostram que esse consumo é responsável por milhões de mortes anualmente, seja por doenças crônicas ou acidentes.

Os estudos indicam ainda que beber demais também aumenta o risco de desenvolver problemas psiquiátricos e aumenta a propensão a outras atitudes prejudiciais, como o fumo e alimentação inadequada.

Em geral, com relação às cervejas, considera-se excesso tomar acima de 4 copos. É nesse ponto que os riscos são altos para sua saúde.

Por outro lado, doses baixas de álcool podem até mesmo ser benéficas, conforme já comentei em outro post (clique aqui para ler).

Mas atenção: estou falando de 1 ou 2 copos, no máximo. Além disso, você não terá os benefícios e está exposto a tudo que citei mais acima, certo?

Problemas do glúten

O glúten, por sua vez, é extremamente prejudicial. O melhor é mesmo evitá-lo, pois essa proteína aumenta os riscos de:

  • Acne
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Reações imunológicas
  • Aumento da permeabilidade intestinal

Por isso, evitar carboidratos é tão importante, ainda mais nos dias atuais, em que as variações modernas de sua matéria prima – os grãos – tem apresentado níveis ainda maiores de glúten.

É hora da cerveja sem glúten?

Diante de tudo isso, podemos afirmar que a cerveja sem glúten é realmente uma opção mais saudável e segura para sua saúde.

Sempre, lembrando, é claro, de evitar os excessos. Como com qualquer bebida alcóolica, o ideal é ficar entre 1 e 2 copos no máximo.

Cuide-se!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link