Qual a Diferença entre a Pimenta Branca e a Pimenta Preta?

Há momentos na vida em que nos questionamos sobre algo que nunca pensamos antes. Mas essa dúvida uma hora chega!

E este é um bom exemplo disso… Portanto, quero mostrar a você essa diferença. 

Apesar da pimenta branca e preta serem feitas de grãos da mesma planta, a Piper nigrum, e conterem quantidades semelhantes de piperina, o princípio ativo responsável por sua pungência e calor, elas apresentam características particulares:

Pimenta preta

Os grãos de pimenta-do-reino são feitos com frutas verdes, secas ao sol ou então cozidas.   

É nesse processo que adquirem uma aparência enrugada e escura, garantindo um sabor mais aromático e picante.

Pimenta branca

São feitas com as frutas verdes, mas de colheita madura, onde se retira a casca externa por embebição, separando a semente branca.

Usada em receitas que pedem uma aparência de cor clara na terminação do prato com fins visuais, como em alimentos brancos, molhos cremosos populares na culinária francesa e purê de batata.        

Tem um sabor floral, mais complexo e terroso.      

Benefícios da pimenta branca e preta

Dizer qual é a melhor, na verdade, é uma escolha pessoal, pois ambas têm grande valor em sua dieta.

Ambas apresentam quantidades semelhantes de piperina, o princípio ativo gerador dos seus benefícios à saúde, como:

  • ação anti-inflamatória e antioxidante       
  • ativa o metabolismo, secreção de ácido biliar e a digestão  
  • melhora a sensibilidade à insulina 
  • estimula as enzimas pancreáticas e intestinais 
  • inibe a formação de novas células gordurosas, segundo estudos com animais
  • promove vasodilatação e reduz a hipertensão
  • ação antidepressiva
  • melhora a função cognitiva
  • antibacteriano e antifúngico
  • inseticida e larvicida
  • aumenta a biodisponibilidade de resveratrol e curcumina
  • aumenta a meia-vida do betacaroteno e da coenzima Q10
  • aumenta a absorção de nutrientes nas refeições

Como extrair o máximo de seus benefícios              

Independente de qual das duas optar, certamente estará agregando mais saúde às suas refeições.

Lembre-se que as pimentas quando moídas perdem parte de sua potência, portanto, para obter os melhores resultados, escolha grãos de pimenta inteiros e triture-os frescos quando precisar. 

Já a pimenta pré-moída perde seu sabor rapidamente, em questão de meses.

Para manter o máximo da sua qualidade, os grãos de pimenta secos devem ser armazenados em um local fresco e escuro, longe da luz solar direta ou do calor.              

Portanto, é uma ótima ideia você ter um moedor de pimentas em casa e prepará-las na hora do uso, assim desfruta do seu máximo potencial.

Bom apetite!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link