Prevenção

Proteínas Durante a Gravidez podem Evitar Futuro Câncer de Próstata

Você pode até achar estranha essa afirmação ou difícil de entender o que uma coisa tem a ver com a outra… Mas foi o que pesquisadores brasileiros descobriram recentemente com relação ao câncer de próstata.

Eu já comentei por aqui como o consumo de carne e ovos por mulheres durante a gravidez faz com que as crianças tenham menos risco de doenças metabólicas e relacionadas ao estresse ao longo da vida… Agora, mais uma vez se tem indício de que o que se consome nesse período pode ter consequências.

O que a nova pesquisa mostrou

O estudo em questão foi feito em ratos, mas pode dar uma ideia do que acontece nesses casos. A pesquisa, feita na Universidade Estadual Paulista (Unesp), comparou a alimentação de 3 grupos de fêmeas de ratos prenhes.

O primeiro se alimentava de ração com 17 a 23% de proteínas, a quantidade normal para esse tipo de animal. O segundo grupo recebeu ração com apenas 6% de proteínas até terem os filhotes. O terceiro recebeu a ração de baixa proteína inclusive enquanto amamentavam.

Os resultados foram intrigantes: 33% dos filhotes machos do grupo 2 desenvolveram câncer de próstata. E 50% dos do grupo 3 também tiveram tumores na próstata. Enquanto isso, os filhotes das fêmeas que comiam proteína normalmente durante a gravidez e amamentação não apresentaram o câncer.

Será que vale para os humanos?

Segundo os pesquisadores, o problema pode ser explicado pelos hormônios. Pesquisas anteriores já teriam mostrado que a falta de proteínas foi responsável por desregular a testosterona dos ratinhos – somente quando atingem a idade adulta. Isso poderia ser o fator que desencadearia o problema.

Como o estudo foi feito em ratos, ainda é cedo para afirmar que o mesmo pode acontecer com os seres humanos. Ainda assim, há uma pista…

Segundo um dos pesquisadores, foram encontrados em pacientes humanos com tumores na próstata as mesmas moléculas alteradas dos ratos que desenvolveram o problema. Ou seja: entender como isso ocorre nos animais pode ajudar a entender o que acontece com as pessoas!

Agora, uma lição é certa: durante a gravidez, é importante se alimentar corretamente e ingerir proteínas de qualidade – junto, é claro, com gorduras boas e vegetais. O resultado disso é uma Supersaúde para o bebê durante toda a vida dele. Então, seja uma mãe consciente!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *