Saúde

Por que seu Peso é Afetado pela Insônia?

Aqueles que passam por problemas de insônia sabem muito bem do que estou falando. Além do óbvio cansaço diário e de outras questões causadas pelo sono insuficiente, eles costumam enfrentar um incômodo aumento de peso corporal.

Mas, por que isso acontece? Pesquisadores portugueses acabam de publicar um trabalho na prestigiada revista Nature que joga uma luz sobre o assunto. E olha, você pode até achar que estou ficando repetitivo, mas a verdade é que a resposta está – de novo! – na saúde dos seus intestinos!

Eles perceberam que, muitas vezes, pessoas que enfrentam a insônia acabam enfrentando também inflamações intestinais, algo que indica possíveis problemas de imunidade. A partir disso, passaram a observar as células imunitárias presentes no intestino. E o que eles descobriram mostra como nosso corpo é fantástico!

A insônia e os relógios das suas células

Conforme comentam os pesquisadores, nossas células possuem dispositivos genéticos que atuam como pequenos relógios. Afinal, elas não têm como saber se está de dia ou de noite, ou seja, se hora de dormir ou de outras atividades, como se alimentar… É o seu ritmo circadiano, comandado pelo cérebro, que “sincroniza” as outras células do corpo por meio desses “genes relógio”.

O que o estudo descobriu é que nos nossos intestinos existe um tipo especial de célula imunitária, chamadas de células linfoides inatas de tipo 3. Elas são muito sensíveis a alterações dos genes ligados ao ritmo circadiano, e por isso perturbações do sono as prejudicam. Segundo o pesquisador Henrique Veiga-Fernandes, no Centro Champalimaud em Lisboa, Portugal:

“Estas células desempenham funções importantes no intestino: lutam contra as infecções, controlam a integridade da parede intestinal e regulam a absorção de lipídios. Ora, quando perturbámos os seus relógios, constatamos que o número de ILC3 no intestino diminuía de forma significativa, o que conduzia a inflamações severas, falhas da barreira intestinal e à acumulação acrescida de gordura.”

Acontece que essas células não ficam todo o tempo nos intestinos. Elas migram para lá ao receberem informações do cérebro de que está de dia, quando nos alimentamos. Quando há insônia e o ciclo circadiano fica desregulado, essas expressões genéticas são prejudicadas.

Em outras palavras, quando se dorme mal, as células imunitárias que ajudam no bom funcionamento e proteção do intestino podem não estar lá quando se precisa delas. As consequências são o aumento de peso, processos inflamatórios intestinais e todos os problemas decorrentes disso.

É por isso que se você sofre com a insônia, deve levar isso a sério. Aqui no site existem vários posts com informações que podem ajudar. São medidas que vão desde os cuidados com a luz azul artificial dos aparelhos eletrônicos até medidas naturais para melhorar a qualidade do seu sono. Para conferir, é só clicar aqui. Bons sonhos e Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *