Saúde

Pets no Escritório: uma Boa Ideia?

Se você me acompanha por aqui, já sabe como tem crescido o número de pessoas que adotam animais de estimação. No Brasil, essa é uma realidade que salta aos olhos. E parece agora estar havendo uma nova tendência mundial: levar os pets também para o escritório.

É isso mesmo. Alguns locais de trabalho hoje são “pet friendly”, ou seja, você pode levar o seu bichinho e deixá-lo no ambiente enquanto trabalha. Um levantamento feito em 2017 pelo blog da Scientific American constatou que naquele ano, só para a cidade de Nova Iorque, havia 178 vagas de emprego com esse diferencial.

Algumas gigantes do mundo dos negócios também tem políticas para que seus funcionários levem seus pets para o escritório. Só para citar dois exemplos, temos a Amazon e o Google, o que já mostra a dimensão de tudo isso.

E há também empresas onde não necessariamente se pode levar os próprios animais, mas que mantém algum pet vivendo no local. São como funcionários cujo único trabalho é levar a alegria aos outros membros da equipe – ganhando em troca petiscos e, claro, carinhos.

Mas além da felicidade dos bichinhos em passarem o dia mais próximos de seus tutores – ou brincando com os outros animais – existem vantagens em tê-los no ambiente de trabalho?

Benefícios dos pets no escritório

Segundo estudo feito na Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, conviver com pets no trabalho aumentou a produtividade dos funcionários e reduziu seu estresse.

Para chegar a essa conclusão, eles testaram a saliva dos trabalhadores e descobriram que os que conviviam com os animais tinham menores níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

Há também outro hormônio envolvido. Já é sabido que o contato com os bichos de estimação promove liberação da oxitocina, que nos deixa mais relaxados e felizes.

Portanto, não é de se espantar que o ambiente de trabalho fique mais leve com a presença deles, como confirmaram os voluntários de outros estudos. Segundo os dados coletados e analisados, trabalhadores relatam que conviver com os animais no trabalho:

  • Promoveu redução dos níveis de estresse;
  • Tornou o ambiente mais agradável;
  • Trouxe mais diversão para as equipes;
  • Ajudou a quebrar barreiras sociais, melhorando a convivência;
  • Ajudou na cooperação e amizade entre os trabalhadores.

São realmente dados interessantes e uma mudança significativa no mercado de trabalho. Será que essa tendência irá se consolidar? Só esperando para ver. O que fica como certeza é o bem que estes bichinhos parecem trazer para nossa saúde. Então, curta com seu pet!

Referências bibliográficas:

  • https://www.drrondo.com/cachorro-saude/
  • Randolph T. Barker, Janet S. Knisely, Sandra B. Barker, Rachel K. Cobb, Christine M. Schubert, (2012) “Preliminary investigation of employee’s dog presence on stress and organizational perceptions”, International Journal of Workplace Health Management, Vol. 5 Issue: 1, pp.15-30.
  • Felipe Vander Velden. (2017) Narrating the First Dogs: Canine Agency in the First Contacts with Indigenous Peoples in the Brazilian Amazon. Anthrozoös 30:4, pages 533-548.
  • J Occup Health Psychol. 2001 Jan;6(1):81-7.
  • The Rising Trend of Pets at Work. Scientific American. 11 May. 2017.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *