Saúde

Pessoas Continuam Tomando Aspirinas Diárias… Cuidado!

Já faz um bom tempo que se acredita que tomar aspirinas diariamente pode reduzir riscos de problemas cardiovasculares, como ataque cardíaco e derrame. Mesmo com evidências recentes de que isso não ocorre, o hábito continua!

Veja, por exemplo, uma pesquisa recente, feita por pesquisadores de um centro médico israelense… Usando dados de 2017, dos Estados Unidos, eles concluíram que naquele país um quarto dos adultos acima dos 40 anos usa aspirinas diariamente.

Isso equivale a, nada mais nada menos, que 29 milhões de pessoas! E o pior, dessas, 6,6 milhões o fazem sem recomendação médica. Isso mesmo, fazem por sua conta e risco! Esses números mostram também que ainda há médicos que recomendam isso, indo contra as descobertas mais recentes…

No caso dos idosos, o número é ainda mais preocupante. Cerca de metade dos pesquisados acima dos 70 anos de idade responderam tomar aspirinas uma vez por dia para evitar doenças cardíacas e derrame. Mas, repito, essas não são as recomendações atuais.

Porque você deve ter cuidado com as aspirinas diárias

Pesquisas indicam que o uso diário de aspirinas em pacientes de alto risco cardíaco:

  • não estava salvando vidas, como se pensava;
  • não reduzia o número de eventos não fatais;
  • aumentou o número de morte súbita;
  • mudou a forma de como os eventos ocorrem
  • até pode prevenir alguns ataques cardíacos ao parar a formação de coágulos, mas também pode desencadear outros causando hemorragia na placa de colesterol, resultando em nenhum benefício geral em termos de ataque cardíaco ou prevenção de AVC.

Além disso, concluiu-se que estudos que promoviam os benefícios apresentavam vieses e imperfeições. Com base nessas e outras indicações, a US Food and Drug Administration mudou a sua posição:

“O FDA concluiu que os dados não suportam o uso de aspirina como medicação preventiva por pessoas que não sofreram um ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou problemas cardiovasculares, um uso que se chama ‘prevenção primária’. Em tais pessoas, o benefício não foi estabelecido, mas os riscos – como sangramento perigoso no cérebro ou no estômago – ainda estão presentes”.

No caso das pessoas acima dos 70 anos, a American Heart Association e o American College of Cardiology também mudaram suas posições, alertando que o uso por aqueles que não tiveram nenhum problema cardiovascular deve ser evitado.

Portanto, caso você ainda tome aspirinas diariamente, vale a pena conversar com o seu médico. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *