Prevenção

Perdendo Potência Sexual? Pode ser a Diabetes!

Se você está tendo problemas no quarto, isso pode ser um sinal de alerta de algo acontecendo… O primeiro motivo, o mais frequente, pode ser atribuído ao estresse, componente emocional ou problema circulatório. Mas também pode ser uma das primeiras indicações de algo que pode parecer completamente não relacionado com o assunto: diabetes.

De acordo com uma meta-análise, publicada na revista Diabetic Medicine, que revisou 145 estudos envolvendo um total de quase 90.000 homens, observou-se que:

Homens com diabetes foram 3,5 vezes mais propensos a apresentarem essa condição frustrante, em comparação com indivíduos sem a doença.

E mais, estas manifestações começaram em média de 10 a 15 anos antes do que nos homens que não tinham diabetes.

O possível motivo é porque o diabetes pode danificar nervos e vasos sanguíneos em todo o corpo, incluindo a nível sexual.

Então, este é mais um motivo importante para que você faça acompanhamento preventivo com seu médico para não chegar nesta situação inesperadamente.

Se você já tem diabetes, este é mais um motivador para controlar seu nível de açúcar no sangue.

Procure ajustar a sua alimentação para uma dieta keto:

  • restrinja carboidratos a virtualmente zero. As principais fontes de carboidratos que precisam ser cortadas são grãos e todas as formas de açúcar, incluindo frutas com alto teor de frutose. Legumes e vegetais folhosos, que também são carboidratos, mas ricos em fibras, podem ser consumidos sem restrições.
  • agregue gorduras saudáveis para que você fique entre 50 a 85% de suas calorias diárias com esse macronutriente. Como exemplos temos: abacates, óleo de coco, ômega-3 de origem animal de peixes gordurosos, manteiga, iogurte, nozes cruas, sementes, azeitonas e azeite, além de óleo MCT. Evite todas as gorduras trans e óleos vegetais poli-insaturados altamente refinados.
  • limite a proteína a uma grama/quilo de peso/dia. Esportistas e idosos, dobrar a quantidade. Como exemplo temos carnes, laticínios e ovos de animais criados a pasto. Não me refiro a gestantes, pois não aconselho usar esses protocolos nessa fase.

Suplementos e exercícios que também podem ajudar a prevenir e tratar a diabetes

Canela

Agregue à sua alimentação, pois esta reduz a glicemia. O uso diário de ½ colher de chá pode ajudar a reduzir a glicemia em mais de 8%, segundo estudos.

Berberina

É um componente encontrado em várias ervas que estão em uso na China há séculos para tratar a diabete tipo 2.

Os estudos publicados em 2008 em jornais médicos bem conhecidos mostram que a berberina é tão eficaz e, é claro, provavelmente muito mais segura, do que a metformina, medicamento mais comumente prescrito para auxiliar no controle do açúcar sanguíneo na diabete tipo 2.

Segundo a literatura, a dosagem que apresenta bons resultados é de 500 mg duas a três vezes por dia.

Em uma revisão publicada no International Journal of Endocrinology observou-se que a berberina:

  • Age estimulando a absorção de glicose nas células;
  • Melhora a sensibilidade à insulina;
  • Reduz a produção de glicose no fígado;
  • Inibe a gliconeogênese no fígado;
  • Estimula a glicólise em células de tecido periférico;
  • Modula a microbiota intestinal;
  • Regula o metabolismo lipídico;
  • Inibe a absorção de glicose no intestino.

Exercícios de alta intensidade

Eu estou falando do treinamento supra aeróbico. Você pode saber tudo sobre ele no meu livro 20 Minutos e Emagreça. São 20 minutos, 3 vezes por semana.

Como funciona:

Durante 3 minutos, você faz o aquecimento, caminhando, e então na sequência aumenta sua intensidade até ficar ofegante por 30 segundos.

Volte a caminhar por 90 segundos e repita o aumento de intensidade, repetindo essa estratégia 8 vezes…

Após isso, é o período de recuperação por cerca de 2 minutos e pronto, o treino acabou.

Esse esforço, conforme você vai se condicionando, pode e deve ser mais intenso, e quanto mais desafiador for o período de alta intensidade, melhor.

Você pode ser exercitar usando uma máquina elíptica, esteira, bicicleta ou nadando.

E tenha atenção aos sinais que podem indicar a diabetes. O quanto antes você se cuidar, melhor!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *