Óleo Essencial de Levístico: o Diurético Natural

O óleo essencial de levístico, como o próprio nome já diz, é obtido a partir das folhas e da raiz do levístico. Trata-se de uma planta geralmente usada como tempero, de sabor um pouco parecido com outras ervas conhecidas, como salsão ou salsinha.

O aroma e o aspecto do óleo essencial variam de acordo com a parte da planta utilizada e seu estado, como ramos frescos ou secos, maior quantidade de raiz ou folhas e assim por diante. Em geral, é bastante usado tanto com finalidades cosméticas ou alimentares.

Seu aroma marcante e suas notas florais são muito apreciadas em sabonetes e perfumes. Também se torna em um ótimo saborizante para biscoitos, pães, licores e outras bebidas. Mas nosso assunto aqui, você já sabe… É saúde! Em que será que ele pode nos ajudar?

Benefícios e usos do óleo essencial de levístico

Na Idade Média, a planta era famosa por ajudar no tratamento de condições como reumatismo, dor de garganta e pedra nos rins. De certa forma, a prática desse período fez boas observações, pois hoje se sabe que o óleo essencial de levístico apresenta realmente um forte efeito diurético – o que, a propósito, ajuda também em cólicas e problemas estomacais.

Além disso, como muitos outros óleos essenciais, apresenta efeitos antifúngico, antibacteriano e antisséptico de forma geral. Assim, se torna uma boa opção natural para higienização e uma alternativa interessante para se evitar produtos de limpeza tóxicos.

Como óleo de massagem, desde que usado de forma diluída, pode ajudar no alívio das cólicas menstruais. Também são apontados efeitos de melhora de apetite e digestão, estímulo de circulação e alívio na retenção de líquidos.

Cuidados no uso deste óleo essencial

Como já comentado, em caso de aplicação tópica, evite colocar o óleo essencial diretamente na pele. Sempre use um óleo carreador, como óleo de coco ou azeite de oliva extravirgem, caso contrário você pode ter problemas de irritação.

É possível também usá-lo como aromaterapia, utilizando-se um difusor de ambientes, o vapor da água do banho ou algumas gotas em uma banheira. Porém, antes de qualquer coisa, converse sempre com um profissional de saúde habituado a esse tipo de tratamento natural. Não use nada por conta própria nem substitua tratamentos que já esteja fazendo. Assim, você fica só com os benefícios! Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Learn About Lovage Oil’s Benefits Today. Mercola. 24 ago. 2017.
  • Chemical Dictionary of Plants, p. 399-400.
  • National Association for Holistic Aromatherapy
  • MehrdadMohammadi, Erfan Parvaneh and Zahra TolouGhamari. “Clinical Investigation of Levisticum officinale ( Lovage ) Effectiveness ’ in Patients with.” (2016).

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

close-link
close-link