Óleo Essencial de Pitanga: Menos Dores e uma Pele Mais Jovem!

A pitanga é uma fruta comum, nativo do Brasil, e para muita gente traz lembranças alegres da infância.

Suas frutinhas são um pequeno pedaço de felicidade – e benefícios para a saúde – já que estão cheias de vitamina C e antioxidantes.

Mas o óleo essencial de pitanga não é extraído dessas frutas, e sim das folhas.

Ele é um óleo essencial forte, produzido naturalmente pela pitangueira para proteger folhas e galhos de insetos e parasitas.

Atualmente, pesquisadores brasileiros vêm analisando esse e outros óleos essenciais da nossa flora, encontrando resultados surpreendentes.

Alguns deles você vai conhecer agora!

Benefícios do óleo essencial de pitanga

O óleo essencial de pitanga apresenta um aroma amadeirado, que lembra couro ou especiarias, o que pode variar de acordo com a composição do solo ou o local onde a planta se encontra.

Veja algumas se suas mil e uma utilidades:

Anti-inflamatório: atua em condições inflamatórias incômodas, como bursites, artrites e reumatismos.

Dores: é bastante útil por seu efeito analgésico, em especial para dores musculares, causadas por distensões ou inflamações nos tendões. Pode ajudar também contra as dores da fibromialgia.

Ótimo contra micro-organismos e insetos: combate fungos que nos causam problemas como micoses e candidíase. Além disso, pode ser usado na sua horta orgânica como um combatente natural de insetos, larvas e outros parasitas.

Cicatrização: ajuda feridas e queimaduras a cicatrizarem mais rápido.

Acne: por seu efeito antisséptico, pode auxiliar nos tratamentos contra a acne.

Antienvelhecimento: além de ter efeito antioxidante, combatendo os radicais livres que aceleram o envelhecimento, ajuda na regeneração e rejuvenescimento da pele, como um “anti-aging natural”.

Oleosidade: se você sofre com oleosidade excessiva, tanto na pele quanto nos cabelos, o óleo essencial de pitanga pode equilibrar as glândulas sebáceas e reduzir o problema.

Cuidados no uso dos óleos essenciais

A utilização de óleos essenciais na pele requer alguns cuidados. Primeiro, é preciso diluir bem em algum óleo carreador, como óleo de amêndoas, oliva ou de coco.

Mesmo assim, coloque primeiro em uma pequena porção da pele para checar se não haverá nenhuma reação alérgica.

Por fim, como sempre recomendo, não faça uso do óleo essencial de pitanga (ou qualquer outro óleo) sem antes conversar com o seu médico.

Não substitua nenhum tratamento que esteja fazendo sem o conhecimento de um profissional de confiança.

Tomando esses cuidados você poderá contar com a ajuda do óleo essencial de pitanga para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link