Óleo Essencial de Guaviroba: A Raridade Antioxidante do Cerrado

Existem alguns vegetais que mudam de nome de acordo com o local do Brasil. Provavelmente você conhece algum deles…

E a guaviroba, uma frutinha amarga do cerrado, parecida com uma goiaba, é um desses interessantes exemplos.

É possível que você já tenha ouvido falar dela como guavira, gabiroba, guabiraba ou outros nomes, dependendo de onde vive.

Em todos os casos trata-se da fruta da árvore Campomanesia guaviroba, bastante utilizada na culinária regional das regiões onde é encontrada.

É conhecida como a “fruta da resistência”, pois só aparece na época em que as chuvas diminuem.

Além disso, possui 20 vezes mais vitamina C que uma laranja, sendo assim um antioxidante natural poderoso.

Porém, o que nem todo mundo sabe é que das folhas desse vegetal é extraído um óleo essencial considerado raro…

Só agora óleos como esse estão sendo disponibilizados, graças a especialistas que vem se aprofundando na produção de óleos essenciais genuinamente brasileiros.

Temos uma das faunas mais ricas do mundo, e precisamos desvendar esses segredos naturais que podem nos ajudar – e muito – a termos uma vida mais saudável.

Então, é hora de conhecer o óleo essencial de guaviroba!

Benefícios do óleo essencial de guaviroba

O óleo essencial de guaviroba apresenta benefícios tanto para uso tópico quanto na aromaterapia. Veja:

1 – Efeito antioxidante: Combate os radicais livres, que promovem oxidação e inflamações no corpo (o que leva às principais doenças do mundo moderno).

2 – Saúde mental: O óleo essencial de guaviroba possui mirtenal, uma substância rara encontrada apenas em poucos óleos essenciais. Ela é capaz de inibir a aceticolinesterase, o que pode ajudar no combate da doença de Alzheimer segundo estudos.

3 – Micro-organismos e pragas: Além de possuir efeito antimicrobiano, também ação larvicida.

4 – Combate de dores: Possui um duplo efeito contra dores, especialmente no caso das dores musculares. Além de ser um relaxante muscular, tem ação analgésica, algo que realmente você vai precisar quando estiver com dor.

5 – Problemas respiratórios: Tem ação antialérgica e ajuda da proteção do tecido pulmonar.

6 – Ansiedade: Na aromaterapia, pode ajudar no combate da ansiedade, além de aumentar o ânimo e a disposição.

Cuidados no uso dos óleos essenciais

Tenha atenção ao usar esse ou qualquer outro óleo essencial. Para uso tópico, sempre dilua em algum óleo carreador, como óleo de coco, oliva ou amêndoas.

A colocar na pele, teste em uma pequena porção, para conferir se não haverá nenhum tipo de irritação ou alergia.

É importante lembrar ainda que essas informações são apenas uma base para que você conheça mais sobre os óleos essenciais e possa conversar com seu médico.

Só ele poderá lhe orientar para fazer uma utilização correta, que não apresente nenhuma interação com tratamentos e medicamentos que você já esteja usando.

Haja com consciência para evitar problemas e ficar só com os benefícios.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link