Óleo Essencial de Erva-da-Graça: Bom para seu Pulmão e sua Mente!

Você já ouviu falar da erva-da-graça?

De nome científico Rosmarinus officinalis, ela é mais uma dessas plantas conhecidíssimas popularmente, ganhando diferentes nomes pelo Brasil afora.

É também chamada de alfazema-do-brasil, erva-de-nossa-senhora, erva-santa, alecrim-da-horta, alecrim-de-cheiro, rosmarino e libanotis.

Trata-se de um arbusto que não passa de 2,5 metros de altura, nativo do sul e sudeste brasileiro.

Na medicina popular, a erva-da-graça é utilizada para vários objetivos, desde dores de cabeça e estômago até para redução do colesterol.

Em alguns lugares, as pessoas costumam mascar as folhas dessa planta para reduzir azias e mal-estar gástrico.

Também é utilizada como condimento e, no sul do Brasil, apreciada para dar um toque a mais no bom e velho chimarrão!

Bom, se essa planta já tem tantas utilidades, era de se esperar que seu óleo essencial seja também ótimo para a saúde.

Felizmente, pesquisadores brasileiros estão trabalhando duro para extrair e analisar óleos essenciais de plantas da nossa fauna nativa, e a erva-da-graça é uma delas.

Benefícios do óleo essencial de erva-da-graça

O óleo essencial de erva-da-graça é geralmente utilizado em difusores ambientais ou como óleo de massagem, bem diluído em óleos carreadores, como sempre comento.

Ele é rico em compostos como pinenos, limoneno e sesquiterpenos (principalmente beta-cariofileno, germacreno e biciclogermacreno), que trazem benefícios como:

Desobstrução das vias respiratórios

Pode ajudar os pulmões e seus brônquios em quadros gripais, reduzindo o acúmulo de muco.

Tanto que suas folhas já eram usadas pela medicina popular com essa mesma finalidade.

Ação antibacteriana

Apresenta ação contra micro-organismos nocivos, como vírus e bactérias.

Imunidade

Auxilia o corpo na melhora da imunidade, para proteção efetiva contra doenças que se aproveitam da baixa defesa do organismo.

Ação anti-inflamatória

Combater a inflamação é algo realmente necessário no mundo em que vivemos, pois é ela que nos leva a várias das doenças modernas.

Estimulante

Seu aroma é conhecido como um bom estimulante cerebral.

Esse “tônico aromático ara mentes cansadas” é inclusive ótimo para quem passa muito tempo estudando.

Cuidados no uso dos óleos essenciais

Recomenda-se que o óleo essencial de erva-da-graça seja usado somente por difusão (aromaterapia) ou óleo e massagem.

No primeiro caso, utilize apenas algumas gostas em um difusor de ambientes.

Para o óleo de massagem, lembre-se sempre de diluir poucas gotas em um óleo carreador, como óleo de amêndoas, de coco ou azeite de oliva extravirgem.

Passe primeiro em uma primeira porção da pele para saber se não haverá nenhuma reação alérgica. Embora o óleo essencial de erva-da-graça tenha pouca toxicidade, cada pessoa pode reagir de uma forma diferente.

Por fim, a dica de sempre que vale para qualquer óleo essencial…

Essas informações são apenas para que você conheça mais sobre o assunto.

Mesmo se tratando de um produto natural, é importante não usar por conta própria.

Converse sempre com o seu médico para saber se é a melhor opção para você, principalmente se já fizer algum outro tipo de tratamento ou tomar remédios.

Dessa forma você garante que não haverá nenhuma interação medicamentosa e fica só com os benefícios.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link