Saúde

Óleo Essencial de Arnica: Diga Adeus às Dores!

Se tem algo tradicional, são as propriedades da arnica contra as dores. Todo mundo já ouviu falar! Por isso mesmo ela é usada em pomadas e géis com esse objetivo, tanto na medicina popular como na convencional. E é também por isso que preciso lhe apresentar o óleo essencial de arnica!

Como muitos óleos essências da série de posts que temos feito por aqui, ela possui ação eficaz contra micro-organismos. Mas é no alívio de inflamação e dores que mais atua, sendo uma opção interessante e totalmente natural para esse tipo de tratamento.

Óleo essencial de arnica e dores

Já ficou comprovado em uma pesquisa que a arnica auxilia nas dores articulares crônicas. Ela contém timol, que estimula os glóbulos brancos a reduzirem o edema articular.

Nessa pesquisa, 204 pessoas usaram um gel feito com arnica para aliviarem as dores da osteoartrite nas mãos. O resultado foi surpreendente, pois elas se sentiram tão bem quanto aqueles que tomaram remédios convencionais. Só que sem os efeitos colaterais!

Em outro estudo, 79 pessoas com artrite nos joelhos usaram arnica gel, evidenciando-se menos dor e rigidez articulares. Além disso, ajuda a aliviar as dores musculares comumente causadas pelos exercícios físicos.

Redução de equimoses

Você já teve equimose? Calma, caso não saiba, não estou falando de nenhuma doença grave. Trata-se das conhecidas manchas roxas pelo corpo, que aparecem normalmente na pele devido a alguma agressão sofrida, como topadas e tombos.

Nesse caso, o óleo essencial de arnica atua com função anti-inflamatória melhorando o fluxo dos glóbulos brancos. Dessa forma, reduz a congestão sanguínea em equimoses, articulações e músculos.

Cuidados com o óleo essencial de arnica

O primeiro cuidado que você deve ter com esse óleo essencial é evitar ingeri-lo. Ele pode causar irritação gastrointestinal, tremores, vômitos e até aumento da sua frequência cardíaca.

O ideal é o uso tópico, ou seja, no local das dores. Mesmo assim, deve-se ficar atento: sempre dilua em um óleo carreador, como azeite de oliva ou óleo de coco. Caso contrário, pode haver irritação na sua pele. Mulheres grávidas ou lactantes também devem evitar.

E então, pronto para aliviar suas dores de forma totalmente natural? Para mais informações específicas sobre a arnica é só clicar aqui e conferir. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *