Saúde

Óleo Essencial de Alecrim Reduz o Estresse e Melhora seu Humor!

Na semana passada já falei um pouco sobre alguns dos benefícios menos conhecidos do alecrim. É realmente uma erva fantástica para vários aspectos da sua saúde, e da mesma forma, o óleo essencial de alecrim pode lhe ajudar – e muito!

Ele é feito a partir das flores do alecrim por processo de destilação a vapor. Contém compostos químicos como a-pineno, borneol, b-pineno, cânfora, acetato de bornilo, canfeno, 1,8-cineol e limoneno. Mas esses são somente alguns, pois estima-se que haja mais de 30 compostos nesse incrível óleo. Mas, como eles atuam no seu organismo?

Redução do estresse

Segundo um estudo de 2007, o aroma do óleo essencial de alecrim pode reduzir o estresse. Os pesquisadores observaram voluntários que se expuseram ao aroma por 5 minutos e depois fizeram testes em suas salivas.

Eles constataram que os participantes do estudo tinham níveis reduzidos de cortisol na saliva. Esse é o hormônio relacionado ao estresse, e tal redução significa diminuição de risco de estresse crônico. Os mesmos benefícios foram encontrados no óleo essencial de lavanda.

Ação antioxidante

No mesmo estudo, os voluntários receberam também massagens com o óleo essencial de alecrim. Após o procedimento – massagens e exposição ao aroma do óleo – houve aumento no combate aos radicais livres, grandes causadores das doenças do mundo moderno.

Melhora do humor e memória

Um outro estudo, de 2003, analisou participantes expostos ao aroma do óleo essencial de alecrim com relação às respostas do cérebro. Comparados ao grupo de controle, eles tiveram melhoras em testes de memória. Também houve melhora no humor.

Cuidados no uso do óleo essencial de alecrim

Embora seja feito com uma erva que usamos normalmente na culinária, não é indicada a ingestão pura desse óleo. Sua utilização é mais comum em difusores de aroma ou para massagem. Nesse último caso, é importante sempre o diluir em um óleo carreador, como óleo de coco ou azeite de oliva.

Além disso, grávidas e lactantes devem evitá-lo. Sempre utilize após conversar com o seu médico, e procure por locais sérios para adquirir seu óleo essencial. E nunca substitua nenhum tratamento que já esteja fazendo. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *