Saúde

O seu Café da Manhã pode Reparar o seu Coração?

Cada vez que você pede um café, é muito comum ter um “chato de plantão” que tenta fazer com que você se sinta culpado pelo consumo de cafeína.

E o conselho é que você mude para um descafeinado!

Há anos venho dizendo que a cafeína é boa para você. E um novo estudo prova que é especialmente boa para o seu coração.

Um estudo realizado na Alemanha mostrou que a cafeína pode melhorar a função cardíaca em idosos em apenas 10 dias. A cafeína transformava corações antigos em corações de jovens adultos.

Com certeza você já está concluindo que a cafeína funciona estimulando o coração, da mesma forma que estimula o cérebro e a energia. Mas o motivo é outro, na verdade funciona no nível celular protegendo e reparando o músculo cardíaco.

O que se descobriu neste estudo é que as mitocôndrias no coração precisam de uma proteína chamada p27, que a cafeína tem a eficiência de transferir para dentro das mitocôndrias. Com isso:

  • Protege as células do músculo cardíaco da morte e de lesões.
  • Ajuda a reparar o músculo cardíaco após um infarto do miocárdio.
  • Melhora a função das células endoteliais que revestem o interior dos vasos sanguíneos.

Como você já sabe, as mitocôndrias são as minúsculas usinas que alimentam todas as células do seu corpo, transformando nutrientes em combustível. Cada célula do músculo cardíaco tem cerca de 5.000 desses geradores de energia. E é isso que mantêm seu coração forte, jovem e energético.

Isso explica por que estudos populacionais descobriram que pessoas idosas com hábitos de tomar café têm um risco reduzido de morte por doenças cardíacas.

Um estudo brasileiro publicado no Journal American Heart Association descobriu que as pessoas que tomavam apenas três xícaras de café por dia reduziram a calcificação ou endurecimento de sua artéria coronária por incríveis 67%!

O consumo de café, segundo outros estudos, está relacionado com menores taxas de mortalidade por diabetes tipo 2, doença respiratória e derrame. Além disso, também pode reduzir o risco de demência e de Alzheimer em 65%.

Mas se você realmente não gosta de café, há uma outra opção, também natural, de cafeína…

Trata-se do guaraná.

Ele é rico em cafeína de guaranina, muito semelhante à cafeína, mas por ser ligada a ácidos graxos saudáveis promove a sua liberação de forma lenta, criando um efeito energético durante todo o dia e sem episódios de taquicardia ou nervosismo.

Portanto, se você tem sensibilidade ao café, fica aqui uma opção. Mas saiba que ele pode afinar o seu sangue, dependendo da dosagem. Fale com o seu médico se estiver tomando aspirina ou anticoagulantes, como Varfarina ou Plavix.

E saboreie o cafezinho… Ou o guaraná!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *