Saúde

Novas Abordagens já Cortam Antibióticos em 30%

Como já comentei diversas vezes, a “epidemia” de uso indiscriminado de antibióticos é um dos grandes perigos atuais. E isso vale tanto para a saúde das pessoas quanto para nosso meio ambiente!

Quando se toma esse tipo de remédio desnecessariamente ou de forma errada, acaba-se selecionando as bactérias mais fortes. Aquelas que resistem vão se reproduzindo e criando novas gerações de bactérias resistentes. Um verdadeiro risco!

Além disso, o confinamento de animais para produção de carne, leite e ovos é outra questão importante. Para viverem nessas condições não naturais, eles são bombardeados com doses de antibióticos. É algo que vai para o ambiente e para nossos organismos.

Nesse ponto, é como se recebêssemos também pequenas doses indiretamente, causando aos poucos os mesmos efeitos de resistência. Será que estamos perdidos?

Resistência a antibióticos: o conhecimento é o caminho

Só fato de você estar lendo este texto já mostra a principal forma de combatermos o problema: a informação! Agora que você já sabe de tudo isso, provavelmente vai evitar o uso indiscriminado e consumir produtos de animais criados livres pastoreando.

Quer mais uma prova de como a informação pode virar o jogo? Um estudo feito em dois estados americanos, envolvendo 9 hospitais e emergências, analisou os efeitos de informar médicos e pacientes sobre o uso correto de antibióticos.

Nesses locais foram promovidas diferentes abordagens. Em primeiro lugar, foi distribuído material educativo sobre o uso e prescrição desse tipo de remédio. Além disso, os médicos passaram a receber feedback sobre suas receitas, com dados estatísticos sobre receituário de antibióticos.

De acordo com Larissa May, professora de medicina de emergência da UC Davis Health e autora do estudo:

“Descobrimos que a educação com um representante local reduziu o uso inapropriado de antibióticos em um terço da população. Nosso estudo mostra que essa abordagem relativamente simples pode nos levar a um uso inapropriado quase zero de antibióticos para infecções respiratórias agudas”.

Vamos ter atenção aos medicamentos!

Ficou claro neste estudo o poder de uma boa informação e educação! Redução de um terço é algo realmente fantástico! Então, se você conhece algum amigo que sempre toma antibióticos por conta própria, compartilhe com ele este texto.

E para saber mais informações sobre a resistência aos antibióticos, clique aqui. Há vários artigos falando sobre o assunto e como se prevenir, inclusive mudando sua alimentação para melhor.

É nosso dever informar ao maior número possível de pessoas. Nosso futuro depende disso. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *