Nem Todo Whey é Igual: Será que Você usa o Certo?

Quando você procura um whey protein, logo percebe: há vários tipos disponíveis no mercado.

E aí fica a questão…

Qual seria o mais adequado no seu caso?

Na verdade, nem todos os whey protein (proteínas de soro de leite) são criados iguais, pois há os que são os melhores para a sua saúde. 

O que é Whey Protein?

Trata-se do soro do leite, um subproduto da produção de queijo. Apresenta uma variedade de proteínas tais como: beta-lactoglobulina, alfa-lactalbumina e albumina sérica. 

São proteínas completas, que contém os nove aminoácidos essenciais e são populares entre atletas, fisiculturistas e também aqueles que querem ganhar mais músculos na academia.

Existem no mercado três opções:

Whey Protein Concentrado

Contém cerca de 70-80% de proteína, pouca gordura e lactose. 

É menos processado e mais completo. Normalmente o que se remove nestes produtos é água, lactose e apenas alguns minerais.

Ideal se você é um atleta. 

É o mais econômico.  

Whey Protein Isolado 

Contém cerca de 90-94% de proteína e é composto de proteína pura, com muito pouco dos outros elementos lácteos remanescentes. 

Tem o custo mais elevado.

Indicado aos mais sensíveis aos laticínios.

Bastante usado pelos fisiculturistas.

O suposto aumento dos efeitos benéficos na síntese de proteínas é exagerado.

É o mais processado do que todos os outros tipos.

Neste caso, se remove gordura e lactose, permitindo que você obtenha mais proteína por dose. 

A desvantagem é que neste processo de fabricação geram-se proteínas desnaturadas e, como resultado final, perde-se eficácia proteica.   

Whey Protein Hidrolisado

É um produto de mais fácil absorção e seus possíveis alergênicos são decompostos em formas inativas. 

Indicado para atletas de elite para maximizar a absorção de proteínas, mas não o que a maioria das pessoas precisam.

Porém, para indivíduos idosos com problemas dentários ou digestão comprometida, este pode ser uma boa solução. 

Não é adequado se você faz dieta keto, pois este produto pode aumentar a sua glicemia.

Whey de gado alimentado a pasto é melhor 

Whey de qualidade é algo raro atualmente. Para ser classificado como um produto de alto nível, precisa ser derivado de leite integral de vacas criadas a pasto e processado a frio. 

São bem poucos os whey com essas características.

Já foi inúmeras vezes comprovado que o leite de vacas criadas a pasto, que produzam leite A2, apresenta valor nutricional superior ao do leite convencional. Para mim, whey protein produzido com esse leite é o que oferece o máximo em benefícios. 

Vacas criadas no pasto são mais saudáveis do que as alimentadas com ração, que muitas vezes contém produtos transgênicos, relacionados com diminuição de fertilidade e problemas de aborto. 

Além disso, as vacas de confinamento são criadas em ambiente estressante, quase sempre tratadas com antibióticos e hormônios. Isso é muito comum fora do Brasil e nem animais ou humanos deveriam consumir alimentos desse tipo. 

Felizmente, no Brasil, a maioria do rebanho ainda é tratada com qualidade. 

O leite de vaca criada a pasto possui maior riqueza nutritiva de suporte imunológico, bem como antioxidantes e proteínas que melhoram o metabolismo.

Propriedades de um whey de qualidade

Grama por grama, o perfil de aminoácidos do whey protein integral, não aquecido, é mais expressivo do que qualquer outro alimento do planeta. 

Ele fornece o maior espectro de aminoácidos essenciais. É muito rico em aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA), importantíssimos na formação de músculos, em especial a leucina e o ácido glutamínico, com importante papel na construção de músculos.

Whey protein de qualidade tem composição similar ao leite materno, com suas propriedades exclusivas, como fonte de compostos imunológicos de suporte, peptídeos antioxidantes e nutrientes que melhoram o metabolismo. 

Assim como o leite materno, ele pode ajudar no desenvolvimento da criança e no rejuvenescimento. Um bom whey contém fatores que agem como derivados do hormônio do crescimento, promovendo reparo de tecidos, desenvolvendo músculos e agindo contra os danos do envelhecimento.

Então, dá próxima vez que for escolher o seu whey protein, lembre-se desses detalhes. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Medical News Today, June 20, 2017
  • Nutrition, June 22, 2017
  • Journal of Sports Science & Medicine, 3(3), 118–130
  • Volek, “Concentrate, Isolate And Hydrolysate: What It Means,” Nutrition Express
  • Nutrition, June 12, 2017
  • Livro 20 Minutos e Emagreça. Editora Gaia.
  • Livro Leite Cru: A verdade que vai mudar sua vida. Editora Gaia.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link