Não Expressar seus Sentimentos pode Aumentar o Risco de Doenças?

Você conhece alguém que costuma “engolir sapos”? Que gostaria de comentar algo ou extravasar em momentos de emoção, mas acaba ficando quieto? Olha, certamente você já ouviu falar que deixar de expressar os seus sentimentos poderia lhe fazer algum mal. Será que isso é verdade?

Sempre se falou muito nos prejuízos mentais ou psicológicos de esconder o que realmente se está sentindo. O que as pesquisas buscam agora é entender efeitos para a saúde de outras partes do seu corpo.

Veja, por exemplo, um estudo que foi apresentado no congresso da North American Menopause Society, nos Estados Unidos. A pesquisa avaliou mais de 300 mulheres na menopausa e na pós-menopausa.

Os resultados mostraram que aquelas que evitavam conflito e se silenciavam com frequência, deixando de expressar suas emoções, tinham maior risco de doenças cardiovasculares como aterosclerose, quando há formação de placas nas artérias, aumento risco de infarto e derrame.

A pesquisa levou em conta os relatos de mulheres que diziam frequentemente não expressar suas emoções e colocar as necessidades dos outros na frente das suas. As entrevistas foram comparadas com o estado de suas artérias, avaliadas por ultrassonografia. Segundo Stephanie Faubion, diretora médica North American Menopause Society:

“Estudos como este são valiosos, pois destacam a importância de entender como a disposição emocional de uma mulher pode afetar sua saúde física. Esses resultados devem incentivar os profissionais de saúde a levar em consideração fatores socioemocionais ao traçar um plano de cuidados preventivos para suas pacientes”.

Tenha atenção aos seus sentimentos!

É interessante como não cuidar dos nossos sentimentos pode ser prejudicial, não é mesmo? Por isso, tanto os homens quanto as mulheres precisam pensar na saúde de forma integral, com foco na prevenção.

Não deixe suas emoções de lado. Elas têm muito a dizer e influenciam diretamente no seu organismo. E para as mulheres na menopausa, que é o caso específico citado acima, vale a pena ter cuidado com a reposição hormonal.

Fazê-la com hormônios sintéticos pode trazer mais prejuízos que benefícios. A melhor indicação é a reposição bio-idêntica, que usa réplicas exatas dos próprios hormônios do seu corpo. Para saber um pouco mais sobre isso, basta clicar aqui e conferir.

Cuide dos seus sentimentos e do seu corpo. Você é a maior responsável pela sua Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link