Estética

Mitocôndrias: A Nova Fronteira na Beleza Antienvelhecimento

A maioria das pesquisas enfoca a importância das mitocôndrias para o coração e o cérebro.

Mas as mitocôndrias, que são pequenas baterias geradoras de energia dentro da sua célula para todo o corpo, são agora o novo foco na beleza antienvelhecimento.

É importante entender como sua pele envelhece e o que você pode fazer para retardar ou até mesmo reverter esse processo.

Veja como a disfunção mitocondrial promove baixa energia celular levando ao envelhecimento…

Os pesquisadores descobriram que certas atividades nas mitocôndrias nos fibroblastos da pele diminuíram significativamente com a idade. Essas são as células que produzem colágeno e elastina, responsáveis pelo suporte estrutural da sua pele. São eles que a deixam suave e sem rugas.

Conforme as mitocôndrias nos fibroblastos diminuem, o sistema de suporte da sua pele se torna frouxo, promovendo um aspecto de pele cansada, flácida e com aparecimento de rugas.

Por outro lado, conforme envelhecemos, as mitocôndrias geram radicais livres causando danos oxidativos, comprometendo as estruturas do DNA mitocondrial e acelerando mais ainda o processo de envelhecimento.

Conforme essas agressões se acumulam, a produção de energia cai ainda mais, piorando as rugas, perda de colágeno, pele seca e fina.

Como recuperar a pele jovem melhorando as mitocôndrias

Para isso, deve-se aumentar a produção de energia das mitocôndrias em suas células da pele, reparando os danos no DNA mitocondrial.

Nutrientes que melhoram a função da mitocôndria

PQQ (pirroloquinolinaquinona)

Energiza as células da pele, neutralizando os radicais livres que danificam e matam suas mitocôndrias.

Age como um catalisador dentro de suas células, ajudando você a fazer novas mitocôndrias para produzir ainda mais energia.

Ele é centenas de vezes mais eficiente do que outros antioxidantes.

Age sinergicamente com CoQ10, produzindo sozinho melhores resultados do que qualquer um desses nutrientes.

O DNA mitocondrial é bastante propenso a danos causados ​​por radicais livres e pró-oxidantes. E o PQQ protege contra esse tipo de dano.

Ele é encontrado em quantidades mínimas em alimentos, mas as pesquisas mostram que quando tomado em forma de suplemento, tem seus níveis aumentados drasticamente, gerando efeitos realmente notáveis.

Os estudos sugerem de 10 a 20 mg por dia.

CoQ10

Também energiza suas células. É um potente antioxidante que neutraliza os radicais livres.

Cerca de 90% ou mais dos radicais livres são produzidos na mitocôndria, o que causará importante efeito negativo na pele.

Normalmente o corpo converte CoQ10 (também conhecida como ubiquinona) em ubiquinol, porque essa é a forma preferida e mais eficiente.

O ubiquinol é a versão reduzida da coenzima Q10. Eles são na verdade a mesma molécula, mas quando a CoQ10 é reduzida ela adquire dois elétrons, o que a transforma no que chamamos de ubiquinol.

Essa conversão ocorre milhares de vezes a cada segundo dentro de sua mitocôndria – o “motor” de cada célula na qual a energia é produzida.

Com o envelhecimento começa a declinar a produção de CoQ10, tornando-se importante o uso desse suplemento, especialmente na forma de ubiquinol, pois é mais facilmente absorvido.

Para melhorar a sua absorção, consuma muitos vegetais de folhas verdes, que são carregados com clorofila, em combinação com a exposição ao sol.

Além disso, o consumo de gordura saudável como azeite de oliva, óleo de coco ou abacate pode ajudar.

Segundo a literatura deve-se consumir cerca de 50 mg da forma ubiquinol de CoQ10.

Vitamina B3

Ajuda a transferir energia dos alimentos que ingerimos para as mitocôndrias, aumentando a vida das células da pele.

As boas fontes alimentares de niacina são: carnes de vaca e de órgãos de animais criados a pasto, ovos de galinhas caipiras, frango e peru criados soltos, salmão e atum selvagem. Nos vegetais você encontra no amendoim, beterraba, folhas verdes, nozes, ervilhas e feijões.

Caso resolva associar uma suplementação, tome cuidado com as niacinas simples, pois podem causar uma reação cutânea apresentando calor, vermelhidão e coceira. É inofensivo, mas desconfortável.

A literatura sugere 250 mg 3 vezes por dia.

Porém, antes de usar qualquer um desses suplementos, converse com o seu médico. Só ele conhece seu caso específico e poderá lhe orientar sobre a melhor opção

Referências bibliográficas:

  • Science, August 25, l989;245:850-852
  • Annals of Internal Medicine, June 15, 1991;114(12):1065
  • Archivesof Family Medicine, April 1994;3:324-325
  • J Cell Physiol. 2003 Jul;196(1):144-53.
  • Environ Toxicology and Pharmacology, 2006; 22(2): 219-224.
  • Biofactors, 2008; 32(1-4): 221-30.
    Biofactors. 2008;32(1-4):245-255.
  • Alternative Medicine Review2009;Vol 14, Number 3.
  • Mitochondrion 2014 Jul 8
  • Hepatology. 2016;63(4):1190-204.
  • Journal of Investigative Dermatology, 2016 May;136(5):912-9.
  • www.drrondo.com/cabelos-brancos-como-evitar/
  • www.drrondo.com/telomeros-mitocondrias-envelhecimento/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre saúde e alimentação!
Conquiste uma super saúde agora!
(É GRÁTIS)
QUERO RECEBER
close-link