Mindfulness Funciona pra Todo Mundo?

Se você me acompanha por aqui, já leu várias vezes sobre o mindfulness e seus benefícios para a saúde.

Ele tem sido visto como uma alternativa interessante principalmente para combate ao estresse, ansiedade e depressão.

O mindfulness é uma técnica de meditação também conhecida como atenção plena, quando o indivíduo se concentra somente no tempo presente.

Mas será que ele tem os mesmos efeitos para todas as pessoas?

É o que uma pesquisa recente procurou descobrir…

Uma equipe da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, fez uma meta análise de diversos estudos sobre o assunto.

No total essas pesquisas abrangeram mais de 11 mil pessoas em 29 países diferentes, mensurando os resultados e benefícios do mindfulness.

Analisando os dados, confirmou-se que a prática realmente pode ajudar na redução do estresse e em quadros de ansiedade e depressão. 

Comparando-se pessoas que fizeram mindfulness com aquelas que não tomavam nenhuma outra medida, a melhora é notável.

Mas os pesquisadores alertam que tudo depende do indivíduo, variando de caso a caso. Algumas pessoas podem se dar bem com outros tipos de tratamento, e o mindfulness deve ser visto como uma entre várias opções.

“Embora a atenção plena seja frequentemente melhor do que nenhuma ação, descobrimos que pode haver outras maneiras eficazes de melhorar nossa saúde mental e bem-estar, como exercícios. 

Em muitos casos, essas alternativas podem ser mais adequadas se forem mais eficazes, culturalmente mais aceitáveis ​​ou mais viáveis ​​ou econômicas de implementar. A boa notícia é que agora existem mais opções.”comenta o professor Peter Jones, autor do estudo e professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Cambridge.

Outros benefícios do mindfulness

Então é preciso deixar claro que essa pesquisa não é uma crítica ao mindfulness, mas a afirmação de que ele é uma arma a mais no combate de problemas tão comuns no mundo moderno.

Veja alguns dos benefícios da prática já demonstrada em pesquisas anteriores:

1 – Combate de vícios: O mindfulness pode ajudar na autopercepção, e entender pensamentos e desejos é um passo importante para combater qualquer tipo de vício.

2 – Traumas: Com a atenção plena, é mais fácil lidar com medos e traumas, um passo importante para superá-los. 

3 – Redução de estresse: Vivemos em um mundo de estresse crônico, o que leva a dores e aumento do risco cardiovascular – isso só para citar alguns exemplos. A prática ajuda no controle do estresse, reduzindo esses riscos.

4 – Ajuda na menopausa: Pesquisas demonstraram que o mindfulness ameniza os sintomas da menopausa. Quanto maior a atenção plena, menos sintomas!

5 – Ansiedade: Assim como outras técnicas de meditação, o mindfulness auxilia a reduzir a ansiedade e até a depressão.

6 – Melhora da saúde cardiovascular: Ao reduzir o estresse, como comentei há pouco, você também melhora a saúde do coração e a pressão. 

7 – Melhora o sono: Pessoas que praticam algum tipo de meditação, como o mindfulness, dormem melhor que as que não praticam. O motivo é que com essas técnicas elas controlam suas preocupações. 

Se algum desses é o seu caso, considere usar o mindfulness. Mas se não for possível ou não quiser, busque uma solução para seus problemas que combine com seu estilo de vida e necessidades.

O que não pode é ficar parado! Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Galante, J et al. Mindfulness-based programmes for mental health promotion in adults in non-clinical settings: A systematic review and meta-analysis of randomised controlled trials. PLOS Medicine, 2021 DOI: 10.1371/journal.pmed.1003481.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link