Alimentação

Manga: Vale a pena Consumir?

Quando vai chegando o fim do ano, muitos já ficam na expectativa. Mas não é por causa das festas, e sim porque é a época da colheita da manga, fruta preferida de muitas pessoas. Mas será que ela é boa mesmo? Qual a melhor forma de consumir?

Bom, a primeira coisa a se saber é o que há, de fato, nessa fruta. Embora seja conhecida em todo o mundo, trata-se de um fruto tropical, muito produzido em países da América Latina e Central, como Brasil, México, Peru, Equador e Haiti.

Vitaminas e minerais da manga

Como geralmente é o caso das frutas dessa região, a manga tem muita vitamina C. Apenas 100 g já tem a quantidade diária que geralmente se orienta – embora hoje se saiba que é necessária uma quantidade maior, inclusive por meio de suplementação, para prevenção de doenças. De qualquer forma, como tal ela já pode ser uma aliada contra gripes e resfriados.

Também possui boa quantidade de vitamina A, importantíssima para a saúde da sua visão. Contém também os flavonoides, substâncias naturais com ação antioxidante e de prevenção de doenças. Além disso, conta a vitamina B6, potássio e fibras alimentares.

E a frutose?

Muitas frutas têm um lado negativo, que é a grande quantidade de frutose. Esse açúcar, apesar de se encontrar em um alimento natural, também interfere na sua sensibilidade à insulina. Por isso, o excesso deve ser evitado.

No caso da manga, então, esse teor de açúcares tem que ser levado em consideração. 100 g da fruta possuem cerca de 15 g de frutose. É muita coisa! Então, o que fazer?

A melhor solução nesse caso é usar a fruta em smoothies verdes, feitos com vegetais folhosos em liquidificadores de alta potência. A manga vai servir como adoçante natural, e seu teor de açúcares vai ser compensado pelas fibras das folhas. Experimente algumas da receitas, você vai adorar. E sua saúde também!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *