Mais uma vez o Multivitamínico é a Resposta

Já comentei por aqui sobre o atual problema que enfrentamos com a nossa comida…

Mesmo que você consuma muitos vegetais, pode não conseguir todas as vitaminas e minerais necessários para uma ótima saúde.

E não é sua culpa!

O que ocorre é que por conta dos consecutivos abusos das tecnologias de agricultura e da poluição, os solos estão cada vez mais pobres e contaminados.

O resultado são vegetais com menos nutrientes e até cheios de toxinas!

Por isso a suplementação com multivitamínicos vem sendo tão indicada.

Em altos níveis, algumas vitaminas blindam nossa saúde, ajudando a prevenir e tratar doenças.

Veja, por exemplo, o que uma pesquisa recente feita pelo Linus Pauling Institute em conjunto com a Oregon State University, nos Estados Unidos, mostrou…

Multivitamínico e imunidade

Os pesquisadores avaliaram 42 pessoas com idades entre 55 e 75 anos, que tomaram um suplemento multivitamínico ou um placebo.

Essa suplementação tinha um segredo…

Ela possuía altos níveis combinados de um mineral e uma vitamina conhecida…

O estudo mostrou que as pessoas que tomaram o suplemento simplesmente adoeceram menos, e quando ficaram doentes, apresentaram sintomas mais leves do que as que tomaram o placebo.

Em caso de doenças, os usuários das vitaminas se curavam em média em menos de 3 dias.

Já o restante dos voluntários levava o dobro do tempo para voltar ao estado saudável, cerca de 6 dias!

“As diferenças observadas na doença foram impressionantes. Uma vez que vários nutrientes apoiam a função imunológica, os adultos mais velhos muitas vezes se beneficiam de suplementos multivitamínicos e minerais. Eles estão prontamente disponíveis, são baratos e geralmente considerados seguros”, comentou Adrian Gombart, professor de bioquímica e biofísica no OSU College of Science e pesquisador principal do Linus Pauling Institute.

Mas quais seriam essa vitamina e esse mineral, presentes em altas concentrações no multivitamínico, que causou efeitos tão incríveis?

A melhor combinação

Não é nenhum segredo.

Estamos falando da vitamina C combinada com o zinco!

Os participantes do estudo que tomaram o suplemento aumentaram seus níveis sanguíneos de vitamina C e zinco, ganhando em imunidade.

Segundo os pesquisadores, trata-se de um achado que confirma as experiências anteriores do Professor Linus Pauling, que pregava o uso da vitamina C em altas doses para o combate de diversas doenças.

Ao escolher o seu suplemento multivitamínico, opte por um de qualidade e que preferencialmente tenha bons níveis desses dois nutrientes.

Além disso, você pode obter vitamina C naturalmente aumentando a ingestão de alimentos como:

  • Camu Camu – fruta amazônica com 60 vezes mais vitamina C do que uma laranja!
  • Pimentões vermelhos e verdes – que tem 242 mg de vitamina C a cada 100 g.
  • Goiaba – com 228 mg por 100 g.
  • Laranjas e morangos – 60 mg por 100 g.

Já o zinco está presente em:

  • Queijos
  • Cacau
  • Castanhas
  • Cogumelos
  • Carne de animais criados a pasto
  • Espinafre
  • Abacate
  • Iogurte natural e kefir

Por fim, fica a mesma dica de sempre: prefira sempre os produtos orgânicos, que possuem melhor perfil nutricional, com mais vitaminas e minerais.

Eles são também mais seguros, pois não possuem pesticidas e tem menor risco de contaminação por produtos químicos.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link