Mais um Segredo do Gengibre é Desvendado

Por incrível que pareça, ainda tem gente que duvida do poder dos tratamentos naturais.

Quando se fala que algum alimento ou suplemento alimentar combate ou previne alguma doença, eles fazem cara feia…

Dizem até que “não acreditam”…

Como assim?

Isso não é uma questão de fé. É ciência!

E não importa o que falar aqueles que defendem só o uso de remédios químicos (cheios de efeitos colaterais). Mais e mais pesquisas vêm comprovando os benefícios que a natureza tem a oferecer.

É claro que em algum momento precisamos de medicamentos convencional, mas é algo pontual, para crises agudas.

Por outro lado, quando você faz do alimento o seu remédio, tenha certeza de que vai precisar bem menos visitar a farmácia!

Não é à toa que as estatísticas mostram a mudança de hábitos de muita gente, em busca da medicina preventiva e de um estilo de vida mais saudável.

Gengibre e doenças autoimunes

Quer um exemplo de como a natureza joga a seu favor?

Muito já se falou do gengibre e seus ótimos benefícios para a saúde. 

E quando achamos que já descobriram todo o potencial dele, surge uma novidade!

Os pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, ficaram empolgados depois de fornecer gengibres para ratinhos com lúpus, uma doença autoimune que afeta também os humanos. 

Nesse caso, os neutrófilos, células de defesa do organismo, acabam atacando o próprio corpo.

Os pesquisadores já sabiam que o composto ativo do gengibre, o 6-gingerol, tem alto efeito anti-inflamatório.

Mas queriam testar esse poder com relação a doenças autoimunes, como o lúpus.

E olha, deu certo.

Após consumirem o 6-gingerol, os ratinhos apresentaram um nível mais baixo de neutrófilos, reduzindo também a ativação dos mesmos. 

Além disso, reduziu a tendência na formação de coágulos e o melhor: houve diminuição da inflamação mesmo nos ratos saudáveis (que não tinham lúpus)!

Então, quando alguém lhe disser que tratamentos naturais não funcionam, lembre-se disso!

Outros benefícios do gengibre que você precisa conhecer

Quer mais motivos para colocar o gengibre na sua rotina diária?

Esse item da medicina popular, segundo a ciência, está com a bola toda.

Saiba que ele também:

Ajuda contra gripes e resfriados – O gingerol tem ótimo efeito sedativo e analgésico, perfeito para aquelas gripes comuns e resfriados desagradáveis. Mastigar gengibre fresco também ajuda na redução da tosse.

Ajuda a afinar o sangue – Pela presença dos salicilatos, compostos similares aos encontrados nas aspirinas, também é uma opção natural para quem precisa afinar o sangue.

Reduz as celulites – Pelo efeito antioxidante, do aumento no metabolismo e no fluxo sanguíneo. Funciona melhor para esse objetivo em conjunto com a pimenta caiena.

Combate a enxaqueca – Pesquisas mostram que o gengibre tem efeitos tão bons para a enxaqueca quanto os remédios geralmente recomendados (com a vantagem de ser totalmente natural).

Saúde cardiovascular – O gingerol e a protease do gengibre ajudam na circulação, e consequentemente na saúde cardiovascular.

Enjoos e saúde intestinal – O gengibre é um remédio natural para relaxar as alças intestinais, o que promove melhora nos quadros de enjoo. Costuma ser uma boa pedida para pessoas que fazem quimioterapia e sofrem com as náuseas causados pelo tratamento.

Além dos princípios ativos comentados, o gengibre conta com várias vitaminas e minerais, como vitamina C e minerais como potássio, cobre, magnésio e manganês.

Pronto. Agora você já sabe tudo e mais um pouco sobre um gengibre. Só falta comprar um pouco e deixar sempre à disposição em casa.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link