Saúde

Lúpus pode estar Ligado à Ecologia Intestinal

O lúpus é uma doença autoimune cujos principais sintomas são dores e inchaço nas articulações e tórax, além de úlceras na boca, febre e perda de cabelo. Ela acontece quando seu sistema imune ataca os diferentes tecidos do corpo.

Mas qual é o causador do problema? Até então, são considerados tantos fatores ambientais quanto genéticos, mas não há grande consenso sobre o assunto…

Agora, porém uma nova pesquisa tenta lançar luz sobre esse “mistério”. E a hipótese dos pesquisadores é que uma velha conhecida nossa tenha papel importante na doença. Sim, eu estou novamente falando da ecologia intestinal!

Lúpus e ecologia intestinal

Pesquisadores americanos dizem ter encontrado uma ligação entre o lúpus e as bactérias que vivem nos nossos intestinos. No estudo em questão, eles descobriram que mulheres com lúpus tinham 5 vezes mais um tipo específico de bactéria intestinal, chamada Ruminococcus gnavus, quando comparadas com as que não tinham a doença.

E mais: eles concluíram que o aumento dos sintomas pode estar relacionado ao aumento do nível desse tipo bacteriano na flora intestinal. Segundo o Dr. Gregg Silverman, um dos responsáveis pela pesquisa:

“[O] estudo sugere fortemente que, em alguns pacientes, os desequilíbrios bacterianos podem estar levando ao lúpus e a seus surtos associados à doença.

Nossos resultados também apontam para vazamentos de bactérias do intestino como um possível gatilho do sistema imunológico da doença, e sugerem que o ambiente intestinal interno pode, portanto, desempenhar um papel mais crítico do que a genética em erupções renais desta doença muitas vezes fatal”.

Cuide da sua ecologia intestinal!

O Dr. Gregg comenta que ainda é cedo para bater o martelo e dizer que esta é a verdadeira causa do estudo. Mas uma coisa é certa: o desbalanceamento das bactérias do intestino comprovadamente se mostrou relacionado ao problema.

Essa é mais uma prova da necessidade e importância de se cuidar da flora intestinal. Privilegie uma alimentação rica em fibras, e esqueça alimentos altamente industrializados e processados. Adicione fermentados probióticos e, se achar necessário, converse com seu médico sobre suplementos nesse sentido.

Ter mais bactérias boas nos seus intestinos é sua primeira forma de prevenção não só contra o lúpus, mas diversas outras doenças. Fique atento!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *