Alimentação

Lichia: o Paraíso Chinês da Vitamina C

A lichia é uma fruta tropical originária da China, onde é cultivada pelo menos desde o ano 1059 e reconhecida como a preferida de alguns imperadores locais. Dali, se espalhou pela Ásia, chegado a países como a Índia, Vietnã e Malásia, e depois pelo continente africano.

Como outras frutas tropicais, ela tem uma grande variedade de minerais e vitaminas. Dentre os primeiros estão cálcio, ferro, magnésio, manganês, fósforo e potássio – sendo esses últimos os com maior concentração.

Dentre as vitaminas, são encontradas a tiamina (B1), riboflavina (B2), niacina (B3), folato (B9) e também a B6. Mas o que mais se destaca é a quantidade de vitamina C.

Para você ter uma ideia, 100 g de lichia contêm cerca de 70 mg de vitamina C, o que seria por volta de 85% da quantidade diária tradicionalmente recomendada (embora, se você me acompanha, sabe que o indicado pode ser bem mais que isso…).

A vitamina C é incrível para prevenção e tratamento de gripes e resfriados, além de outras doenças. E é sempre importante lembrar que nosso corpo não a produz, sendo necessário consumi-la via alimentação.

Lichia e câncer

Uma pesquisa feita em Taiwan analisou o extrato de lichia para o combate a células de câncer colorretal. No laboratório o resultado foi positivo, demonstrando que esse extrato pode ser considerado quimiopreventivo para esse tipo de câncer.

Outra pesquisa, dessa vez desenvolvida na China, usou o extrato no combate a células de carcinoma heptacelular. Elas simplesmente foram mortas ou tiveram sua proliferação reduzida.

Cuidados no uso da lichia

Assim como outras frutas doces, a lichia tem um grande problema: a quantidade de carboidratos. Portanto, tenha moderação! Os mesmos 100 g da fruta, que estão cheios de vitamina C, estão também repletos de açúcares – cerca de 15 g!

Então, o que fazer? Caso você goste dela, uma boa dica e colocá-la em smoothies verdes. As fibras dos vegetais folhosos vão impedir a rápida assimilação do açúcar na corrente sanguínea, reduzindo o aumento repentino de insulina.

Confira aqui algumas receitas de smoothie. Ou use as recomendações para adaptar seus vegetais e frutas preferidas e se deliciar. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *