Se seu Filho é muito Apegado aos Professores, fique Alerta!

Os professores são figuras fundamentais no desenvolvimento das crianças. Na pré-escola, então, isso é ainda mais intenso. As lições aprendidas nesse período serão lembradas para o resto da vida. Em crianças tão pequenas, o relacionamento com a professora ou professor está além de apenas ensinar os conteúdos básicos. É de fato uma questão que envolve diversos outros aspectos educacionais e emocionais.

É justamente por isso que este momento pode ser útil para se observar certas tendências infantis. Se corrigidas a tempo, haverá inúmeros benefícios nas fases seguintes da vida de um indivíduo. Veja, por exemplo, o que uma pesquisa recente analisou…

Crianças apegadas e ansiedade

Pesquisadores da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, avaliaram dados de 769 crianças em diferentes idades e fases da vida escolar. Eles analisaram os níveis de apego das crianças tanto de mães quanto de professores aos 36 meses de idade, 54 meses, primeira, terceira e quinta séries.

Além da dependência, foram analisados dados como proximidade e conflito. Os resultados foram muito interessantes. Descobriu-se que aquelas crianças que eram mais “pegajosas” com seus professores da pré-escola tinham uma tendência maior a apresentarem quadros de ansiedade quando chegavam à quinta série. Elas também tinham maior probabilidade de serem extremamente tímidas e retraídas.

O alerta dos pesquisadores é simples. Pais e professores devem ter atenção a esse tipo de comportamento durante a pré-escola. Caso a criança se mostre dependente em excesso durante as aulas, é hora de tomar medidas que podem mudar positivamente a situação.

Segundo Robin Neuhaus, pesquisadora principal e estudante de doutorado do Departamento de Ensino e Aprendizagem da Universidade de Nova Iorque, os professores têm um papel central nesses casos:

“Nossa pesquisa sugere que os professores da pré-escola têm o potencial de desempenhar um papel fundamental para as crianças que são mais dependentes. Por serem cordiais e solidários, e por incentivar as crianças a explorar, os professores da pré-escola podem ser capazes de redefinir as trajetórias das crianças que, de outra forma, poderiam enfrentar a ansiedade na escola primária”.

Fica então mais essa dica para mães, pais e educadores. Toda informação é bem vinda quando ajuda no desenvolvimento dos nossos pequenos. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link