Exercícios Tradicionais Chineses no Combate à Diabetes

Quando se fala em diabetes, aposto que a primeira coisa que vem à sua cabeça é a redução de açúcar… E você está certo! A redução não só do açúcar em si, mas de quaisquer carboidratos, é fundamental para manter sua glicose em dia e reduzir o risco de desenvolver a doença.

Mas há outros fatores que podem ajudar nessa prevenção e até mesmo auxiliar no controle, caso você já seja diabético. Atividades físicas são fundamentais, e as pesquisas científicas cada vez mais falam sobre exercícios alternativos que têm efeitos interessantes.

Uma pesquisa feita pela Universidade de Queensland, na Austrália, avaliou como alguns exercícios tradicionais chineses podem ajudar no controle da diabetes. A ideia foi de um estudante chinês que fazia seu doutorado na Austrália, por volta de 2005.

Esse mesmo pesquisador, chamado Liu Xin, é também mestre de Tai Chi e Qigong, e resolveu unir sua pesquisa aos seus conhecimentos prévios dessas artes. Ele fez um estudo piloto com 11 voluntários, que praticaram as atividades durante 3 meses. Os resultados mostraram melhora no metabolismo da glicose, mostrando-se importante para a prevenção da diabetes tipo 2.

Além disso, os participantes disseram sentir aumento na flexibilidade corporal e energia. O pesquisador comentou também sobre outros benefícios:

 “Um dos resultados mais importantes que vieram do estudo foi a redução significativa na medição da circunferência da cintura. A circunferência da cintura é um indicador da obesidade central e a obesidade central é reconhecida como um importante fator de risco para o desenvolvimento de muitos problemas de saúde, incluindo diabetes e doenças cardiovasculares”.

Outros benefícios do qigong e tai chi

Já comentei por aqui sobre essas duas atividades tradicionais da China. O qigong é uma arte milenar, que como muitos exercícios de origem oriental – como o yoga, por exemplo – busca beneficiar a pessoa como um todo, corpo e mente. É um exercício que envolve movimentação leve e concentração. Originalmente, se acredita que os movimentos corporais da atividade melhoram a circulação de energia pelo corpo.

O tai chi, ou tai chi chuan, também é baseado em movimentos lentos, durante os quais o praticante executa uma espécie de meditação em movimento. Você já deve ter visto em algumas matérias jornalísticas pessoas praticando o tai chi nas praças, tanto na China como no Brasil.

Em ambos os casos, trata-se de boas atividades físicas e mentais. Pesquisas anteriores já associaram a prática de qigong a uma redução de sintomas depressivos, estresse e fadiga. Já o tai chi, em outro estudo, se mostrou uma boa opção para os idosos, melhorando seu equilíbrio e flexibilidade. Uma avaliação concluiu que pessoas na terceira idade que praticavam a atividade sofriam menos quedas, algo que é um grande risco nessa fase da vida.

Então, fica mais essa dica, tanto para diabéticos, pré-diabéticos e todos que querem melhorar sua qualidade de vida. Você, que está em busca de uma Supersaúde, precisa estar atento a tudo de bom que puder agregar ao seu dia a dia. Aproveite!

Referências bibliográficas:

  • Li F, Harmer P, Fitzgerald K, et al. Effectiveness of a Therapeutic Tai Ji Quan Intervention vs a Multimodal Exercise Intervention toPrevent Falls Among Older Adults at High Risk of Falling: A Randomized Clinical Trial. JAMA Intern Med. 2018;178(10):1301–1310.
  • University of Texas M. D. Anderson Cancer Center. “Qigong improves quality of life for breast cancer patients, study suggests.” ScienceDaily. ScienceDaily, 25 January 2013.
  • Journal of Cancer Survivorship, 2013; DOI: 10.1007/s11764-013-0315-5
  • Blackwell Publishing Ltd.. “Qigong Helped People Cope With Anxiety And Discrimination During SARS Outbreak.” ScienceDaily. ScienceDaily, 24 April 2007.
  • https://www.drrondo.com/como-o-qigong-pode-auxiliar-a-sua-saude/
  • https://www.drrondo.com/tai-chi-ajuda-a-evitar-quedas-em-idosos/

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link