O Excesso de Peso pode estar Atrapalhando o seu Sono!

A cada dia que passa, mais e mais pessoas reclamam de dificuldades para dormir. E sempre ouvimos falar que quando você dorme mal, o excesso de peso pode ser uma das consequências.

Isso ocorre porque o sono ruim está ligado, entre outros fatores, a uma desregulação do apetite. Dessa forma, a pessoa acaba ingerindo mais calorias durante o dia – muitas vezes, alimentos de baixo teor nutricional – e o resultado é o aumento dos números da balança, como era de se esperar. Mas você sabia que o inverso também é verdadeiro?

Pelo menos é o que dizem pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade da Pennsylvania, nos Estados Unidos. Eles chegaram a essa conclusão depois de fazer análises utilizando o C. elegans, uma espécie de minhoca microscópica que, segundo os cientistas, é um bom modelo para prever o funcionamento dos mamíferos.

O fato é que eles conseguiram “desligar” geneticamente a capacidade de sentir sono desse ser microscópico, o que gerou uma queda severa nos níveis de adenosina trifosfato (ATP), relaciona à energia do organismo. Isso pode ser uma pista de que uma das funções do sono é conservar energia.

Ou seja, se você já tem energia sobrando, depositada na gordura corporal, adivinha o que acontece? Isso mesmo! O corpo sente que não é tão necessário assim manter você dormindo para conservar a energia. Nas palavras do Dr. David Raizen:

Acreditamos que o sono é uma função do corpo tentando economizar energia em um ambiente em que os níveis energéticos estão diminuindo. Nossas descobertas sugerem que, se você jejuar por um dia, poderíamos prever que você poderia ficar com sono por causa dos seus estoques energéticos.

Será que sua insônia está ligada ao excesso de peso?

Os pesquisadores alegam que ainda é cedo para dizer que o mesmo que ocorre com os animais da pesquisa ocorre nos seres humanos. Mas se você está passando por dificuldades para dormir, vale a pena considerar regular o seu peso.

Aliás, essa é uma atitude que deve ser tomada independente disso. Ter uma alimentação correta reequilibra não só o seu sono, mas toda a sua saúde. E não estou falando de contar calorias ou usar alimentos light. Muito pelo contrário! O melhor a se fazer é uma dieta keto, a que melhor imita como nossos antepassados comiam e que foi útil para nossa evolução.

Trata-se de priorizar gorduras naturas boas, comer proteínas moderadamente, caprichar nos vegetais folhosos e praticamente excluir os carboidratos. Metabolizando em cima de gorduras, e não de açúcares / carboidratos você ganha energia por mais tempo e não precisa fazer “lanchinhos” toda hora.

Nem é preciso dizer que isso simplesmente turbina sua saúde e emagrecimento. Cuidando-se como um todo, o seu sono certamente também será melhor. Pode apostar!

Para saber mais sobre a dieta keto, clique aqui e confira uma lista especial de artigos sobre o assunto. E se está com dificuldades para dormir, aproveite essa outra lista que pode melhorar o seu sono. A informação é sua melhor arma para conquistar uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

close-link
close-link