Alimentação

Espinafre: Bom para o Cérebro, Visão e Muito Mais!

O espinafre (Spinacia oleracea) é uma verdura originária da antiga Pérsia, tendo chegado à Espanha no século II. A planta rapidamente se adaptou ao hemisfério norte por sua capacidade de resistir ao inverno das regiões temperadas.

Ele é um dos vegetais crucíferos, também conhecidos como vegetais verde-escuros. Se fossem um time de futebol, esses vegetais seriam uma verdadeira seleção campeã, devido a todos os seus benefícios para a saúde. Além do espinafre, outras estrelas desse time são a acelga e a couve, por exemplo.

Mas, agora, vamos no focar nesse craque. O espinafre contém:

  • Altas concentrações de vitaminas C, E, K, A, B1, B6 e folato;
  • Minerais como magnésio, cálcio, ferro, cobre, fósforo e manganês;
  • Flavonóides benéficos para a saúde

Espinafre e vegetarianismo

O espinafre, assim como outros vegetais verde escuros, é indispensável para os vegetarianos. Isso porque ele é fonte do aminoácido glicina, que ao lado da prolina aumentam os seus níveis de colágeno.

Como essa proteína é mais encontrada em produtos de origens animais, aqueles que não as consomem devem ficar atentos e buscar substitutos. O espinafre pode ajudar bastante nesse sentido, conforme já comentei em outro post (clique aqui para ler).

Enxergando além

O espinafre é rico em luteína e a zeaxantina, que melhoram a visão e protegem a sua saúde ocular. Seu uso promove aumento da densidade do pigmento na mácula diminuindo o risco de degeneração macular.

Esses carotenoides são os mesmos que dão aos vegetais suas cores brilhantes.

Cérebro potente

O óxido nítrico é fundamental para manter uma boa saúde cardiovascular e, principalmente, para que você tenha um bom fluxo sanguíneo para o cérebro.

Isso é fundamental se você quer prevenir o Alzheimer, ainda mais se já chegou aos 50 anos. O espinafre é fonte do aminoácido L-arginina, que sintetiza o óxido nítrico.

Apenas lembre-se de consumir o espinafre com moderação. Ele contém ácido oxálico, cujo excesso pode induzir cálculo renal e nefrotoxicidade. Tem também ácido fítico, que pode promover má assimilação de certos minerais, como cálcio e ferro. Então, aproveite esse incrível vegetal sem excessos e obtenha todos os benefícios para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

 

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *