Alimentação

Diminua sua Cintura com o Pistache

O pistache (Pistácia vera) é uma das castanhas consumidas a mais tempo no mundo. Da família das anacardiácias, é nativo da Pérsia, onde atualmente fica o Irã. Para você ter uma ideia, há evidências arqueológicas de que já era consumida mais de 6 mil anos antes de Cristo!

Como você deve saber, o ideal é que sua alimentação seja baseada em gorduras boas naturais, proteína em moderação e carboidrato virtualmente zero. Portanto, como o pistache tem bastante proteína, não abuse!

Ele contém ainda:

  • Muita luteína, beta-caroteno e gama-tocoferol (vitamina E).
  • Excelente fonte de ácidos graxos monoinsaturados.
  • Antioxidantes em alta concentração.

Colesterol e pressão

Segundo um estudo feito pela Pennsylvania State University, consumir de uma a duas porções diárias de pistache pode aumentar os níveis de antioxidantes no sangue. O resultado é uma diminuição do LDL oxidado, aquele chamado de “mau colesterol”.

Além disso, outra pesquisa indica que essa castanha ajuda na redução da pressão arterial. Os resultados foram especialmente bons em adultos que já tinham níveis colesterol elevados.

Pistache e emagrecimento

Assim como no caso das outras castanhas, as gorduras naturais boas do pistache podem ajudar no emagrecimento. Segundo pesquisa publicada na revista Nutrition, o consumo de pistaches por 24 semanas reduziu a cintura dos participantes em uma média de 1,5 cm.

Se você está lutando para entrar em forma, sabe o quanto essa medida pode ser preciosa! Houve também diminuição do açúcar do sangue, do colesterol e dos níveis de inflamação.

Alívio de sintomas alérgicos

Os pistaches contêm ácido oleanólico, que em um estudo mostrou-se capaz de inibir a produção de leucotrieno B, um agente pró-inflamatório. Por isso, ajuda a aliviar a dermatite de contato atópica e alérgica.

Então, que tal colocar um pouco dessa beleza na sua dieta? Uma boa opção e usá-los em pestos, feitos com azeite de oliva extravirgem. Use-os para temperar suas saladas e se delicie!

Referências bibliográficas:

  • University of California Agriculture and Natural Resources, “Nuts: Safe Methods for Consumers to Handle, Store, and Enjoy”
  • J Nutr. 2010 Jun;140(6):1093-8.
  • Hypertension. 2012 Jul;60(1):58-63
  • Toxicol Appl Pharmacol. 2013 May 15;269(1):72-80
  • https://www.drrondo.com/castanhas-quais-as-melhores/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *