Prevenção

Dieta Mediterrânea Reduz Risco de Derrame em Mulheres

Se você me acompanha por aqui, já deve ter ouvido falar da dieta mediterrânea. Trata-se da alimentação similar ao que se come milenarmente nessa região da Europa. Muito se fala sobre seus benefícios para a saúde, e agora, surgem evidências de que ela seria preventiva para o derrame.

E tem mais. Os resultados mostraram-se incríveis principalmente no caso das mulheres. Pesquisadores da Universidade de Aberdeen e da Universidade de Cambridge acompanharam mais de 23 mil pessoas durante 17 anos. Elas tinham entre 40 e 77 anos.

Os participantes foram divididos em diferentes grupos, cada um adotando a dieta mediterrânea de forma mais ou menos intensa. Os principais alimentos consumidos eram peixes, vegetais, frutas e castanhas.

A conclusão foi de que, para as mulheres, houve uma redução do risco de derrame em 22%. Já para os homens, a diminuição foi de apenas 6%. Como todos tinham a partir de 40 anos, a indicação é de que essa dieta é uma boa pedida para mulheres que chegam à menopausa.

Outros cuidados alimentares

É importante agora, falar um pouco sobre os ingredientes usados nesse estudo. Peixes e castanhas são fontes de proteínas e gorduras boas, que melhoram sua saúde cardiovascular.

Já os legumes e verduras são os carboidratos naturais que você pode associar, além, é claro, das muitas fibras envolvidas. As frutas, porém, podem ser evitadas – como sempre digo, são melhores quando associadas a smoothies verdes.

Outro detalhe é que nesse estudo utilizou-se muito pouco a carne vermelha, leite e derivados e a orientação dos pesquisadores é de que esses alimentos sejam evitados… Bom, como você sabe, sou um defensor desses ingredientes e devo discordar. Quando eles são de animais criados livres, pastoreando, na verdade trazem inúmeros benefícios para você!

De qualquer forma, o importante aqui é notarmos como uma alimentação balanceada faz a diferença e previne problemas que ameaçam a sua vida.

Então, foque nesses ingredientes: carnes de peixes selvagens e de animais criados a pasto e pouquíssimo carboidrato – e incremente nos vegetais. Seja você mulher ou homem, em qualquer idade, esse é um caminho para se proteger do derrame e ter uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Mediterranean Diet Reduces Risk of Incident Stroke in a Population With Varying Cardiovascular Disease Risk Profiles. Stroke. 2018;0:2415–2420
  • BMJ October 2013
  • American Journal of Clinical Nutrition March 2010: 91(3); 502-509
  • Annals of Internal Medicine March 18, 2014
  • BMJ 2015;351:h3978
  • Sinal verde para a carne vermelha. Dr. Wilson Rondó Jr., 2011
  • Óleo de coco: a gordura saudável. Dr. Wilson Rondó Jr. 2011
  • Óleo de coco: a gordura que pode salvar sua vida . Dr. Wilson Rondó Jr. 2015
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *