Descobriram um Açougue de 250.000 Anos!

Podem até te falar que você não deve comer carne, mas se você me acompanha, sabe o que penso disso. É o nosso alimento primordial, com o qual evoluímos durante milênios. E é por isso que ainda precisamos de um bom açougue com carne vermelha de animais criados a pasto.

Agora veja só que história incrível… Pesquisadores da Boston University School of Medicine estavam fazendo uma escavação em Azraq Basin, uma área alagada em meio ao deserto da Jordânia.

Como trata-se de um local com água em meio a uma região muito seca, desde a Idade da Pedra concentra seres humanos e animais em busca do precioso líquido para sobrevivência.

A escavação arqueológica encontrou de tudo nesse lugar: ossos dos ancestrais de animais como elefantes, rinocerontes, cavalos, antílopes etc. Além, é claro, dos restos mortais de alguns dos nossos parentes distantes que viviam e conviviam ali com esses animais.

E o mais incrível é que eles encontraram também ferramentas usadas pelos humanos primitivos de cerca de 250.000 anos atrás. Ao analisarem o “equipamento” dessa era ancestral sabe oque eles descobriram?

Restos de proteínas do sangue de inúmeros animais nas mesmas ferramentas. É a prova cabal de um “açougue primitivo” e de como nossos ancestrais instintivamente começaram a preparar o melhor alimento para sobreviverem em condições árduas: a carne vermelha.

Segundo o Dr. James Pokines, líder da escavação:

“A periferia das zonas úmidas onde grandes animais bebiam e pastavam teria apresentado excelentes oportunidades de caça para os humanos ancestrais. Os humanos também podem ter enfrentado seus próprios desafios de outros concorrentes predatórios, como leões e hienas perambulando pela região”.

Do açougue ancestral ao açougue atual

Hoje você não precisa mais caçar animais usando ferramentas de pedra… Pode ir ao açougue e conversar com seu açougueiro para lhe conseguir o equivalente: carne vermelha de animais criados livres, pastoreando.

Não vai ser difícil, pois a maior parte da carne brasileira é desse tipo. Ela contém mais:

  • Vitamina B12: vital para a sua saúde física e mental, mantendo a integridade dos nervos e do sistema cardiovascular.
  • Vitamina D: apresenta a forma mais facilmente assimilada (25 hidroxi-colecalciferol) do que em suplementos.
  • Ferro: na forma Heme, que é mais facilmente absorvida do que a não Heme, que é encontrado nas plantas.
  • Gordura saturada: o tipo de gordura que você precisa. A membrana celular depende de gordura para sua integridade e função metabólica.
  • CLA: ácido linoleico conjugado é encontrado em carne vermelha, queijos e leite. Melhora a sensibilidade à insulina, reduzindo a glicemia. Alimentos com bastante CLA, como é o caso, são excelentes para diabéticos.
  • Além, é claro, de proteínas e muitas outras vitaminas e minerais essenciais.

Bom, agora a escolha é sua. E a minha sugestão é essa: alimente-se da forma como evoluímos ao longo desses 250.000 anos. Eis o caminho para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Pokines, J., Lister, A., Ames, C., Nowell, A., & Cordova, C. (n.d.). Faunal remains from recent excavations at Shishan Marsh 1(SM1), a Late Lower Paleolithic open-air site in the Azraq Basin, Jordan. Quaternary Research, 1-24.
  • Epoch Times. May 1, 2014
  • NY Times.com June 17, 2013
  • Annals of Internal Medicine. September 4, 2012; 157(5)
  • British Journal of Nutrition. 2014 Jun 26:1-18
  • Nutrition Journal. 2010; 9: 10
  • Scientific American. April 27, 2011
  • Beyond Pesticides. November 8, 2013
  • Livro Sinal Verde para a Carne Vermelha. Editora Gaia
  • https://www.drrondo.com/carne-vermelha-boa-para-voce-e-para-o-planeta/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link