Bem-Estar

Cuidado com a Agressão Digital do Dia a Dia!

Você já parou para pensar na agressão digital que sofre diariamente? Vou lhe explicar…

A tecnologia que tínhamos agregado ao nosso trabalho, agora nos acompanha praticamente o dia todo. Mas além disso, é usada também nos momentos de lazer e até nos relacionamentos…

Cada vez mais essa mudança na rotina do ser humano tem se mostrado preocupante. O problema são os efeitos causados pela emissão de blue light nas telas e o crescente vício em tecnologia, influindo diretamente na nossa saúde.

Os estudos mostram uma ampla gama de efeitos nocivos, tanto para crianças quanto para adultos, incluindo:

  • Sono interrompido e encurtado.
  • Diminuição da atividade física.
  • Taxas mais altas de problemas emocionais, sociais e de comportamento.
  • Taxas mais altas de obesidade.

Se você prestar atenção em sua própria vida, vai observar que nos momentos que está envolvido com monitores, tablets ou smartphones, há sutis mudanças como:

  • Seu ritmo cardíaco tende a aumentar
  • A respiração fica mais curta
  • Seus sentidos aumentam e você fica mais alerta

Alguns desses efeitos são agradáveis ​​(maior atenção e clareza de raciocínio) e outros são desagradáveis ​​(frequência cardíaca mais alta e respiração superficial).

Mas veja o que todos eles têm em comum: são indicadores de uma resposta ativa ao estresse.

Ou seja, o uso de telas, em qualquer dispositivo digital, ativa nosso sistema nervoso simpático, com uma resposta de “situação de ameaça ou desafio”, seja ela real ou não.

Agora mais estudos confirmam isso.

Por exemplo, um estudo publicado no Journal of the International Society for Pediatric Neurosurgery, em 2017, mostrou que as crianças que usaram smartphones à noite experimentaram um aumento na frequência cardíaca e uma diminuição na atividade do sistema nervoso autônomo, ambos evidências de um sistema nervoso simpático ativado.

Outra publicação, no World Automation Congress, em 2014, descobriu que enviar um e-mail e aguardar uma resposta causa uma resposta do sistema nervoso simpático.

Mas qual a importância disso?

Hoje as pessoas verificam seus celulares algo entre 150 e 300 vezes por dia, em média. Cada vez que verificamos nossos telefones, podemos estar ativando essa resposta de desafio, como em situação de “lutar ou fugir”.

Com isso, estamos sendo desafiados na maior parte dos nossos dias com uma resposta ativa ao estresse.

Nós humanos não fomos designados para isso…

Nestas situações, nosso sistema nervoso simpático é ativado, e com isso priorizamos todas as funções necessárias para a sobrevivência imediata, sendo negligenciadas funções básicas de saúde como digestão, produção de hormônios, regeneração e reparo de tecidos, etc.

Estas situações de estresse excessivo e crônico aumentam o risco para praticamente todas as doenças modernas, e com o uso excessivo de telas não é diferente.

Como se proteger?

É praticamente impossível no mundo digital de hoje deixar de usar essas telas, mas há algumas dicas para minimizar seu impacto no sistema nervoso simpático e, por extensão, na sua saúde.

1. Use o mínimo possível, reduzindo o tempo nas mídias sociais e consumo de notícias etc.     

2. Desative todas as notificações não essenciais, como por exemplo, de likes, quando alguém gosta de suas postagens no Instagram ou Facebook.

Você não precisa estar conectado o tempo todo, e essa moderação digital vai fazer bem para sua saúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *