Crianças que Bebem Leite Integral tem Menos Risco de Obesidade

O título deste artigo lhe deixou confuso? Se o leite integral tem mais gordura, como é possível que cause menos risco de obesidade nas crianças? Eu sei que foi isso que você se perguntou. Entendo que isso ocorre por causa da desinformação sobre as gorduras, que ainda predomina hoje em dia.

Uma pesquisa recente, feita no Canadá, analisou 28 estudos de caso de 7 países diferentes, nos quais se avaliou um total de 21 mil crianças. Absolutamente NENHUM dos estudos apontou que consumir leite com baixo teor de gordura reduzia a probabilidade de se estar acima do peso.

Pelo contrário: a maioria das pesquisas concluiu que crianças que bebiam leite integral tinham menor risco de se tornarem obesas. Como sempre, os pesquisadores foram cautelosos e dizem que pode haver outros fatores relacionados à questão. Mas é inegável, mais uma vez, que retirar a gordura não tem nenhuma utilidade com relação à prevenção de obesidade.

Leite integral x leite desnatado

Já comentei isso por aqui: quando você retira a gordura do leite, o que sobra? Carboidratos e açúcares! Isso faz do leite desnatado um alimento com alto índice glicêmico. Tanto que outra pesquisa já indicou que com o leite integral se tem 46% menos risco de se tornar diabético do que com o desnatado.

O leite integral, em especial o leite cru de boa procedência e de animais criados a pasto, tem um equilíbrio correto dos ácidos graxos ômega-3 e ômega-6, além de maior concentração das vitaminas A, D, B6, B12, E, betacaroteno, cálcio, proteínas, enzimas e bactérias benéficas.

A gordura do leite, assim como das carnes, ovos e peixes, é uma gordura natural boa, fundamental para seu organismo. Quando você faz uma dieta keto, metabolizando em cima delas e deixando de fora o carboidrato, sente a diferença em termos de saúde, vitalidade e emagrecimento.

Por outro lado, o excesso de carboidratos de maior índice glicêmico, como é o caso do leite desnatado, estimula a produção de insulina. O resultado é o maior acúmulo de gordura corporal e, em última instância, o diabetes.

É por isso que essa pesquisa não é de se espantar. É óbvio que o consumo de leite integral é mais recomendável que o desnatado. Felizmente, estudos como este surgem para mudar a mentalidade daqueles que ainda insistem em diretrizes que já se mostraram problemáticas. Informe-se sobre isso! Sua saúde só tem a ganhar.

Referências bibliográficas:

  • The American Journal of Clinical Nutrition, , nqz276.
  • Circulation. 2016
  • Scand J Prim Health Care. 2013 June: 31(2): 89-94
  • Diabetes Care, April 1994;17(4):346-347
  • Pediatrics, September, 1995;96(3):541-542
  • Diabetes Care, April, 1996;19(4):379-383.
  • Medical Tribune, February 2, 1995;11
  • Diabetes, 2000;49:1657-1665
  • BMJ, October 28, 2000;321:1040
  • Livro Leite Cru. Editora Gaia. 2019
  • https://www.drrondo.com/leite-cru-relato-de-uma-experiencia-brasileira/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link