Novo Coronavírus e Doença Cardiovascular: Entenda as Relações

Você já deve ter ouvido falar que algumas pessoas, devido a certas condições de saúde, apresentam maiores riscos de complicação em caso de serem infectados com o novo coronavírus. Um desses casos são aqueles com doença cardiovascular. Mas, por que isso acontece? Esse risco existe mesmo?

A primeira coisa que é preciso saber é que sim, aquelas que já possuem histórico de doenças cardiovasculares devem tomar cuidado redobrado. As pesquisas mais recentes do American College of Cardiology apontam que, para essas pessoas, o risco de morte é de 10,5%. Um número bem considerável!

Se esses indivíduos acumulam outros fatores de risco, como idade superior a 65 anos, a coisa tende a piorar. Nessa faixa etária, somada à problemas como doenças cardíacas ou hipertensão, é comum que os sintomas causados pelo Covid-19 sejam mais graves, necessitando tratamento intensivo.

E é isso o que tem ocorrido no mundo. Se muitos apresentam um quadro grave ao mesmo tempo, faltam leitos e atendimento para todos. O resultado, infelizmente, é o que temos visto todos os dias. Sem tratamento adequado a tempo, muitas vidas vêm sendo perdidas.

Perigo de doença cardiovascular em pessoas saudáveis

Agora, há outro motivo para se tomar cuidado. Segundo o Dr. Mohammad Madjid, cardiologista do McGovern Medical School at UTHealth, nos Estados Unidos, pessoas que não tem histórico de doença cardiovascular podem desenvolver esse tipo de problema por causa do COVID-19.

Em seu estudo, publicado recentemente, o Dr. Madjid alerta que outras pesquisas sobre diferentes coronavírus e vírus de influenza já haviam identificado que esse tipo de infecção viral pode causar síndromes coronárias agudas, arritmias e desenvolvimento ou piora de condições de insuficiência cardíaca. Ele comenta:

“No geral, lesões no músculo cardíaco podem ocorrer em qualquer paciente com ou sem doença cardíaca, mas o risco é maior naqueles que já têm doença cardíaca. É provável que, mesmo na ausência de doenças cardíacas anteriores, o músculo cardíaco possa ser afetado pelo coronavírus.”

Quando pensamos em quadros gripais, sempre nos lembramos das vias respiratórias. Mas é preciso ter consciência que o organismo como um todo pode sofrer consequências. Portanto, fique de olho e proteja-se, seguindo as recomendações das autoridades de saúde nesse tempo de pandemia.

Além disso, previna-se com os melhores alimentos e nutrientes que aumentam a imunidade. Abaixo, nas referências, você encontrará os artigos com as melhores opções. Basta clicar e conferir! Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

close-link
close-link