Atividade Física

Correr pode Realmente Melhorar a Inflamação nos Joelhos?

Quem tem o hábito de correr frequentemente, principalmente longas distâncias, sabe como isso pode acabar se tornando mais doloroso do que prazeroso. Dores e inflamação são frequentes nessas práticas. E muitos acreditam que o responsável é o desgaste das articulações dos joelhos…

Mas, será que é verdade? Uma pesquisa publicada no European Journal of Applied Physiology diz que o contrário talvez seja a realidade. Os pesquisadores da Brigham Young University, nos Estados Unidos, mediram os níveis de inflamação nas juntas de homens entre 18 e 35 anos após suas corridas.

Eles retiraram e analisaram o líquido sinovial – o líquido presente em nossas articulações – dos joelhos dos corredores. A conclusão é que os níveis de inflamação antes e depois de correr continuaram os mesmos. Mas, o que isso significa?

Segundo Robert Hyldahl, um dos autores da pesquisa, os resultados apenas indicam que correr longas distâncias não é pior para os joelhos do que outras práticas, e não aumenta o risco de osteoartrite. Apenas que se exercitar é uma boa prática de saúde. Até aí, podemos concordar, mas…

O problema das corridas de longa duração

Correr longas distâncias, de acordo com o estudo comentado, não aumenta os riscos para suas articulações nos joelhos… Tudo bem. A questão são os outros problemas dessas corridas. Elas:

1 – Não ajudam a emagrecer

No primeiro momento, correr por muito tempo pode até gerar um pouco de perda de peso. Mas na medida em que seu corpo se acostuma, entende que deve armazenar mais gordura na próxima vez que você se exercitar.

E quando você come, a tendência é seu organismo gerar mais gordura. Se você parar de correr, então… O ganho de peso volta com força total!

2 – Não fazem bem ao seu coração

Estudos já demonstraram que atletas de maratona, principalmente os que treinavam com mais intensidade, apresentavam cicatrização do músculo cardíaco como resultado dos treinos. Literalmente, eles sofreram danos no coração!

Então, qual o melhor exercício?

Você precisa se exercitar como nossos ancestrais: por períodos curtos e com alto esforço. Esse tipo de atividade dura 20 minutos, o período em que você queima o glicogênio muscular. Portanto, o seu organismo recebe a mensagem de que precisa repor músculos, e é isso que esse treino faz.

Eu estou me referindo aos treinamentos HIIT, que aumentam até 530% a produção do hormônio do crescimento, promovendo emagrecimento, ganho de massa magra, melhora da parte pulmonar, no desempenho sexual, na saúde cardíaca, redução de rugas melhora e auxílio numa aparência mais atraente.

É o treinamento supra-aeróbico, que comento no meu livro 20 minutos e emagreça. Aqui mesmo no site você também pode saber mais sobre ele. Esqueça o hábito de correr longas distâncias e experimente. Sua saúde vai ganhar, e muito!

Referências bibliográficas:

  • Am J Cardiol.  2001 Oct 15; 88(8):918-20, A9.
  • Am. J. Physiol. Endocrinol. Metab. 286, no. 1 (2004): E92–101
  • Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism .Oct 2011; 36(5): 598-607
  • Biology of Aging. New York: Liss, 1986
  • BMJ  2007; 335 
  • Cell Metabolism March 7, 2017
  • Circulation. 2006; 114: 2325-2333
  • Circulation. 2011; 123: 13-22
  • European Journal of Applied Physiology. December 2016, Volume 116, Issue 11–12, pp 2305–2314
  • J Appl Physiol. 2011 Jun;110 (6):1622-6. Epub 2011 Feb 17.
  • Neurol. Sci. 107 (1992): 250–1
  • Physiol. Pharmacol. 76, no. 5 (1998): 533–38
  • Lancet 365 (2005): 1978–80
  • Live Science.  October 25, 2010
  • Livro 20 Minutos e Emagreça. Editora Gaia
  • https://www.drrondo.com/corrida-longa-distancia-danifica-coracao/
  • https://www.drrondo.com/corridas-longa-distancia-prejudicando-saude/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *