[Confirmado] Aquela Voz de Bebê que Você faz para o seu Filho dá Resultado!

Mães, pais, tios e outros parentes… É sempre a mesma coisa. Quando vão brincar com o bebê, sempre fazem aquela voz infantil, usando diminutivos e mudando a entonação. Algumas palavras também são pronunciadas de forma diferente e exagerada. Mas, afinal, por que fazemos isso? E o principal: faz alguma diferença para a criança?

Segundo pesquisadores da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, trata-se de algo instintivo e universal. Eles avaliaram mulheres que falavam diferentes línguas em contato com bebês, e concluíram que em todos os casos não somente as frases e palavras eram alteradas, mas também o timbre da voz.

As vozes foram gravadas e colocadas em uma análise computadorizada dos sons. E seja em inglês, espanhol, russo, polonês, húngaro, alemão, francês, hebraico, mandarim ou cantonês, o resultado foi sempre o mesmo! Os pesquisadores reforçam que esse ato instintivo parece estar ligado ao instinto das mães de ensinarem o idioma aos filhos.

Benefícios da voz de bebê

Mais recentemente, uma nova pesquisa buscou identificar se essa tentativa realmente dava algum resultado no desenvolvimento das crianças. O estudo foi feito pela Universidade de Washington, também nos EUA, e concluiu que os bebês realmente se desenvolveram melhor.

Nas famílias pesquisadas, as crianças aumentaram as palavras balbuciadas e até aprenderam palavras completas com maior facilidade. Os autores acreditam que a mudança de tom e ritmo mais lento da voz são socialmente atraentes, funcionando como um convite para que o bebê responda à interação.

Agora, algo importante: os pais foram treinados, pois estudos anteriores já indicavam que alguns detalhes melhoram ainda mais o aprendizado. Algumas dessas dicas são:

  1. mudar o tom e o ritmo, fazendo a voz infantil, mas evitar palavras inventadas;
  2. falar corretamente;
  3. alongar as vogais;
  4. falar diretamente para a criança;
  5. mostrar-se feliz e engajado na fala.

Interessante, não é mesmo? Então, continue estimulando seu bebê para que ele desenvolva a linguagem e o cérebro. Para melhorar, agregue as dicas dos especialistas citadas acima. Assim você garantirá uma Supersaúde e um superdesenvolvimento para suas crianças!

Referências bibliográficas:

  • Piazza et al. Mothers Consistently Alter Their Unique Vocal Fingerprints When Communicating with Infants. Current Biology, 2017 DOI: 10.1016/j.cub.2017.08.074.
  • Naja Ferjan Ramírez, Sarah Roseberry Lytle, Patricia K. Kuhl. Parent coaching increases conversational turns and advances infant language development. Proceedings of the National Academy of Sciences, Feb. 3, 2020 DOI: 10.1073/pnas.1921653117.
  • https://www.drrondo.com/e-isto-o-que-o-estresse-durante-a-gravidez-pode-causar-ao-seu-bebe/
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link