Como Manter seus Hormônios em Dia de Forma Completamente Natural

Manter o nosso equilíbrio hormonal é fundamental para uma boa saúde. Tendemos a acreditar que o envelhecimento é o único fato responsável por alterações em nossos hormônios, mas hoje em dia há muito mais em jogo. Além de altos níveis de estresse, somos expostos a agressores ambientais, de agrotóxicos a produtos químicos presentes nos objetos de uso diário.

Tudo isso leva à perda de testosterona nos homens e de progesterona em mulheres. Enquanto isso, aumentam os níveis de estrogênio. Esse desbalanceamento leva ao ganho de gordura corporal, perda de massa magra e aumento do risco de doenças, como vários tipos de câncer em ambos os sexos. Mas, como evitar essa situação?

Atenção à aromatase

A chave para a questão é uma enzima produzida pelo nosso tecido adiposo, chamada aromatase. É ela que converte a testosterona e a progesterona em estrogênio. E como você deve estar imaginando, se temos alta concentração dessa enzima no organismo, maior será a conversão desses hormônios e o consequente desequilíbrio deles.

Existem medicações com função de inibir a aromatase, mas como sempre comento, o importante é que você se previna antes que o problema aconteça. Medidas simples e naturais podem lhe ajudar a manter a aromatase sobre controle, cuidando assim dos hormônios fundamentais para sua saúde. Veja algumas delas abaixo.

Atitudes e alimentos que vão manter seus hormônios em dia

Alimentos ricos em alium

Alimentos que contêm o composto alium são ricos em enxofre e quercetina, um flavonoide antioxidante muito benéfico para você. Além de ajudarem na limpeza das toxinas do seu corpo, atuam reduzindo sua produção de estrogênio. São alimentos como o alho, a cebola, a cebolinha e o alho-poró.

Cuidar da sua resistência à insulina

O alto consumo atual de carboidratos aumenta nossa resistência à insulina, o que, em certo ponto, leva à diabetes tipo 2. Mas saiba também que o aumento da insulina no sangue aumenta também a atividade da enzima aromatase, podendo desequilibrar seus hormônios.

Frutas cítricas

Frutas como a lima e o limão são ricas em flavononas, com alto poder inibidor de aromatase. Entre elas estão compostos como a diosmina, a hesperidina, a rutina, a tangeretina e muitas outras.

Ervas finas e temperos

Algumas ervas e temperos comuns são ricas em antioxidantes. Elas também promovem a desintoxicação do seu fígado, auxiliando em todo o processo. Entram nessa lista sálvia, orégano, tomilho, alecrim, açafrão e cúrcuma.

Estratégia detox e prevenção contra químicos nocivos

Os pesticidas usados na agricultura e até os químicos presentes na tinta de nossas paredes e no carpete em que pisamos entram em nosso corpo mimetizando o estrogênio. São os xenoestrogênios, estrógenos “falsos”, mas que causam efeitos similares no nosso organismo.

Por isso você deve se precaver com estratégias de desintoxicação. Cuide também do ambiente em que vive e prefira alimentos orgânicos para minimizar o problema. Você pode conferir algumas dicas sobre isso neste outro post.

Alimentos com gorduras boas

Consumir gorduras naturais boas é fundamental para manter um corpo saudável e magro – especialmente associando uma dieta keto. Mas esse tipo de alimentação faz ainda mais pelos seus hormônios. Alimentos como azeite de oliva extravirgem, óleo de coco, abacate, castanhas e gorduras de animais criados a pasto atuam de forma antiestrogênica e preventiva.

Vegetais crucíferos

Alimentos como brócolis, couve-flor e couve de Bruxelas, os chamados vegetais crucíferos, também tem alto potencial de inibição da aromatase, proteção contra o câncer e desintoxicação. Além disso, esses e outros vegetais verde-escuros são ricos em clorofila, que promove ainda mais o processo.

Alimentos fermentados e probióticos

Manter uma boa ecologia intestinal, além de ser fundamental para sua saúde, ajuda na inibição da aromatase. Vegetais fermentados são uma ótima escolha nesse sentido, pois dessa forma eles reúnem ainda mais enzimas e antioxidantes. Estão nessa lista iogurte natural, chucrute, kimchi, tempeh, missô, vinagre de maçã, kombucha, entre outros.

Você pode também agregar um suplemento probiótico, preferencialmente com Lactobacillus acidophilus e que tenha pelo menos 200 milhões de CFUs (unidades formadoras de colônia). Deve ser um bom produto que garanta que tudo chegue ao cólon e possa assim lhe beneficiar.

Bom, como você pôde ver, trata-se de uma grande lista… Não tem desculpa! São atitudes e alimentos naturais que você pode começar a agregar agora para manter o equilíbrio de seus hormônios. Isso é fundamental para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link