Cólicas Menstruais: 4 Formas Naturais de Alívio

Muitas mulheres sofrem todo mês com as cólicas menstruais.

Essa dor é causada pela liberação de prostaglandina, a substância que faz o útero se contrair para a liberação de sua camada interna na forma de sangramento – ou seja, a menstruação propriamente dita.

Embora seja algo relativamente comum, a intensidade dessa dor varia.

Mas a boa notícia é que há algumas opções naturais que podem ajudar a combatê-la, ou pelo menos reduzir esse sintoma.

Natureza X cólicas menstruais

Confira as dicas:

1 – Cacau

O cacau é riquíssimo em antioxidantes, como flavonoides, vitamina C e o incrível resveratrol, com potentes efeitos para a proteção cardiovascular.

Essa fruta também ajuda no alívio das cólicas menstruais, além de melhorar sua pressão e ritmo cardíaco.

A melhor forma de aproveitar o cacau é com um chocolate acima de 70% de cacau, de preferência orgânico e sem açúcar.

2 – Óleos essenciais

Vários óleos essenciais se mostram eficazes para amenizar de forma natural as cólicas menstruais.

Eles costumam sem usadas para essa finalidade tanto como óleos de massagem (diluídos em óleos carreadores) como em aromaterapia.

Alguns são:

3 – Damiana

A damiana é um fitoterápico que já era utilizado pelos maias a astecas como afrodisíaco natural.

Pesquisas mais recentes comprovaram esse benefício para homens e mulheres, pois observou-se que a planta ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo e a manutenção das terminações nervosas nos órgãos genitais.

Além de melhorar a vida sexual das pessoas, esse efeito também promove uma regulação do ciclo menstrual em mulheres e uma redução nas cólicas menstruais.

4 – Chá de canela

O chá de canela já era usado na medicina popular para tratar desde problemas digestivos até gripes e resfriados.

E, de fato, ele pode ajudar a melhorar a digestão e amenizar as cólicas menstruais.

A melhor canela para isso é a canela do Ceilão, também conhecida como “canela-verdadeira”.

Ela não contém cumarina, substância à qual algumas pessoas podem ser sensíveis.

Problemas que às vezes parecem cólicas menstruais, mas não são

Embora seja mais difícil de acontecer, algumas vezes se confunde as cólicas menstruais com outros tipos de cólicas abdominais.

Sendo seu caso ou não, é bom também ficar de olho nesses problemas que podem afetar qualquer pessoa, como:

Intolerância à lactose

Se o organismo não consegue digerir bem determinado alimento, como ocorre em quem tem alguma intolerância à lactose, podem aparecer as cólicas abdominais.

Nesse caso, elas costumam vir acompanhadas de outros sintomas, como dores e inchaço no estômago, diarreia e gases.

Problemas com os grãos e glúten

Se você me acompanha por aqui, já sabe o que eu penso da alimentação à base de grãos…

A verdade é que essa não é nossa comida natural, e para piorar hoje boa parte desses grãos são geneticamente modificados.

Junte a isso o glúten e o ácido fítico, duas substâncias prejudiciais desses alimentos, e o estrago está feito!

Uma das consequências, por exemplo, é o aparecimento da Síndrome do Intestino Poroso, que entre outros problemas causa cólicas abdominais e gases.

Saiba mais sobre esse assunto clicando aqui.

Por fim, algo bem importante: as informações divulgadas aqui são apenas para demonstração de como a natureza pode nos ajudar em problemas comuns do dia a dia, como as cólicas menstruais.

Mas não é aconselhado que você faça uso de nada antes de falar com seu médico – mesmo se tratando de produtos naturais.

Use esses dados para se informar e conversar com ele, certo?

Assim você evita possíveis efeitos adversos e interações com medicamentos que talvez esteja usando.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Como Saber se Você tem Intolerância à Lactosewww.DrRondo.com
  • Cacau: o Alimento No 1 da Longevidadewww.DrRondo.com
  • Os 6 Melhores Óleos Essenciais para Enjoowww.DrRondo.com
  • Kumar S., et al. “Pharmacological evaluation of Bioactive Principle of Turneraaphrodisiaca.” Indian J Pharm Sci. 2008 Nov-Dec; 70(6): 740–744.
  • Arletti R., et al. “Stimulating property of Turneradiffusa and Pfaffiapaniculata extracts on the sexual-behavior of male rats.” Psychopharmacology (Berl). 1999 Mar;143(1):15-9. 6.
  • Entheology.com, Turneradiffusa – Damiana Leaf
  • Chevallier, Andrew, Encyclopedia of Herbal Medicine
  • Global Herbal Supplies, February 2, 2010
  • The Period Vitamin, Using Damiana Leaf for the Treatment of PMS
  • Napiers the Herbalist, Damiana
  • Gastroenterology, 2002;122:1784-1792.
  • Gastroenterology, June 2002;122(7):1784-1792.
  • Contrib Nephrol, 1995;3:155-161.
  • B M J, April 17, 1999;318:1023-1024.
  • Br J Nutr, 2000;83:207-217.
  • Highlights in Food Allergy, 1996;32:211-215.
  • International Journal of Dermatology, December 1990;29(10):679-692.
  • Nutritional Toxicology, Raven Press, LTD, New York 1994 Chapter 6:117-137.
  • Nutrition and Rheumatic Diseases/Rheumatic Disease Clinics of North America, May 1991;17(2):273-285.
  • Am J Trop Med Hyg, 2001;65(6):705-710
  • Am J Clin Nutr, 2004;79:418-423.
  • American Journal of Clinical Nutrition, 1995;62:984-987.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link